Felipão deixa comando do Atlético após conflitos e desempenho baixo

Clube anuncia saída do técnico em decisão conjunta; Scolari encerra ciclo com oscilações e pressão da torcida.

Por Plox

20/03/2024 11h39 - Atualizado há 3 meses

Atlético Mineiro e Luiz Felipe Scolari, conhecido como Felipão, encerraram de forma consensual a parceria que colocou o treinador à frente do time. O anúncio foi feito pelo clube na manhã desta quarta-feira (20), após rumores e desmentidos sobre a saída do técnico terem circulado. A decisão veio à luz depois de uma reunião entre as partes na última terça-feira (19), selando o destino de Scolari no comando técnico do Galo.

 

Foto: Pedro Souza/Atlético

A relação entre Felipão e o Atlético passou por momentos turbulentos, marcados por desafios no Campeonato Mineiro e reações negativas dos torcedores, especialmente após a derrota para o América por 2 a 1 no jogo de volta da semifinal do estadual. Esse resultado, somado a uma campanha considerada irregular em 2024, acelerou as discussões sobre sua permanência no cargo.

"Luiz Felipe Scolari não é mais o técnico do Galo. De forma consensual, Clube e treinador acertaram o fim do vínculo na manhã desta quarta-feira (20). O Galo agradece a Felipão e seu auxiliar Carlos Pracidelli pelos serviços prestados e deseja-lhes sucesso no seguimento de suas carreiras", comunicou o Atlético em suas redes sociais, reconhecendo a contribuição da dupla à equipe.

Felipão assumiu as rédeas do Atlético no meio do último ano, sucedendo Eduardo Coudet. Sua jornada incluiu a eliminação na Copa Libertadores de 2023 e a conquista do terceiro lugar no Campeonato Brasileiro do mesmo ano. Sob sua liderança, o Atlético alcançou a final do Campeonato Mineiro deste ano, apesar de uma trajetória de altos e baixos que gerou descontentamento entre os aficionados do clube.

Durante seu tempo no Atlético, Scolari dirigiu a equipe em 41 partidas, obtendo 19 vitórias, 10 empates e 12 derrotas. A equipe marcou 56 gols e sofreu 25 sob sua gestão, números que refletem tanto os momentos de brilhantismo quanto os desafios enfrentados pelo técnico e sua equipe.

Destaques