Papa Francisco renova apelo por Paz na Ucrânia e Gaza

Durante audiência no Vaticano, Pontífice clama por negociações para encerrar conflitos

Por Plox

20/03/2024 10h02 - Atualizado há 3 meses

Nesta quarta-feira (20), o Papa Francisco reiterou o seu apelo à negociação e ao fim dos conflitos na Faixa de Gaza e na Ucrânia, destacando o sofrimento causado pela guerra. Em sua fala na audiência geral semanal no Vaticano, o pontífice argentino manifestou a importância de se empregar todos os esforços para alcançar a paz. "A São José também confiamos os povos da Ucrânia e da Terra Santa, que tanto sofrem o horror da guerra", expressou o líder da Igreja Católica, instando à oração e à ação para pôr fim às hostilidades.

 

Foto: Reprodução de vídeo

Essa declaração surge após uma série de comentários controversos do Papa, que no dia 9 de março, em entrevista, sugeriu que a Ucrânia "hastear uma bandeira branca e negociar (...) antes que as coisas piorem". Essa posição provocou a indignação de Kiev, com fontes diplomáticas descrevendo as palavras do Papa como "infelizes" e prejudiciais à sua credibilidade, conforme relatado à AFP.

Em contraste, a Rússia louvou as declarações de Francisco, reconhecendo-o como um "verdadeiro e sincero defensor do humanismo, da paz e dos valores tradicionais", especialmente marcante durante o 11º aniversário de seu pontificado. Apesar das reiteradas solicitações papais por paz, os conflitos continuam sem solução aparente, reforçando a urgência das negociações propostas pelo pontífice.

Destaques