35 escrituras do Projeto de Regularização Fundiária são entregues aos moradores de Ipaba

20/05/2019 16:59

A cerimônia de entrega foi realizada na noite de sexta-feira

Publicidade

As primeiras escrituras do Projeto de Regularização Fundiária realizado no bairro Nossa Senhora das Graças, no município de Ipaba-MG, foram entregues aos moradores da Quadra II. O projeto tem a iniciativa da Prefeitura de Ipaba e coordenação técnica da Agência de Desenvolvimento da Região Metropolitana do Vale do Aço (Agência RMVA).

Na noite de sexta-feira (17), foram entregues 35 escrituras devidamente registradas. A cerimônia contou com a presença do prefeito de Ipaba, Geraldo dos Reis Neves; diretor-geral da Agência de Desenvolvimento RMVA, João Luiz Teixeira Andrade; gerente de Regulação da Expansão Urbana da Agência de Desenvolvimento RMVA, Glauciene Vasconcelos; representante da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais (Sedectes) e superintendente de Regularização Fundiária, Paulo Amaral e o representante da Secretaria de Transportes e Obras Públicas (Setop) e diretor de Monitoramento do Sistema Metropolitano, Eriênio Souza. 

Ao todo, 507 imóveis estão em processo final de regularização nesta primeira fase do projeto. Os demais documentos serão entregues à medida que forem liberados pelo Cartório de Registro de Imóveis de Ipatinga. Somente na primeira fase, que contemplou o bairro Nossa Senhora das Graças, 2030 pessoas foram beneficiadas pela regularização.

ipabaAo todo, 35 proprietários foram contemplados com a entrega das escrituras registradas em cartório (Foto: Fernando Lopes/ Agência RMVA)

O diretor-geral da Agência de Desenvolvimento RMVA, João Luiz, avalia que o processo de regularização fundiária promove a dignidade humana e gera benefícios ao município. “Pessoas que moram há décadas nesta área, finalmente, tiveram seus terrenos regularizados. Devido ao projeto desenvolvido entre Agência de Desenvolvimento RMVA e Prefeitura de Ipaba e entrega das escrituras, os moradores terão segurança em investir em uma reforma, até mesmo obter um empréstimo bancário, vender ou permanecer morando no imóvel. Além disso, a regularização fundiária implica em um retorno financeiro para Ipaba, com o recolhimento do IPTU”, pontua o diretor-geral.

O prefeito de Ipaba, Geraldo dos Reis Neves, pontua o pioneirismo do município no trabalho em conjunto à Agência RMVA. “Algumas pessoas não acreditaram no projeto, contudo, está aí a prova de que deu certo. Agradecemos aos moradores do bairro Nossa Senhora das Graças, por terem sido os primeiros a confiar neste processo. Gostaríamos de parabenizar a toda equipe da Agência RMVA que nos orientou, aos servidores da Prefeitura de Ipaba que estiveram envolvidos e principalmente aos moradores”, ressalta Geraldo.

Uma das contempladas com o projeto, Maria de Lourdes de Morais, de 60 anos, destaca que o documento do imóvel era um antigo anseio dela e dos demais moradores. “É um sonho realizado, é uma estabilidade, segurança. Sempre ficávamos inseguros de acontecer algo com a gente, agora não. Moro neste imóvel há mais de 30 anos e finalmente conseguimos a escritura, que é um sonho de muitos moradores de Ipaba. Avalio o que o trabalho feito pela Agência e Prefeitura foi bem rápido”, declara Maria de Lourdes. 

ipaba-1Ao lado do prefeito, Geraldo dos Reis, e do diretor-geral da Agência, João Luiz, a moradora Maria de Lourdes afirma que é um sonho realizado (Foto: Fernando Lopes/ Agência RMVA)

Grimaldo Aparecido da Silva, de 44 anos, também foi um dos moradores que teve o terreno regularizado. Para ele, a eficiência do projeto foi surpreendente. “O trabalho foi muito bem realizado. Nós nem estávamos esperando essa rapidez. Mostra a eficiência da equipe da agência e da Prefeitura de Ipaba. A regularização é algo que esperávamos há muito tempo. Moro neste terreno mais de 15 anos. Agora nós temos a segurança e garantia para morar”, conta o contemplado.

ipaba-2(Foto: Fernando Lopes/ Agência RMVA)

Durante a cerimônia, o superintendente de Regularização Fundiária enfatizou que estas são as primeiras escrituras feitas com apoio do estado entregues pelo Governo Zema. Paulo Amaral ainda avaliou como positivos os resultados apresentados. O superintendente também reiterou que a Sedectes tem aprovado o programa de Regularização Fundiária e demais trabalhos da Agência de Desenvolvimento RMVA, que beneficiam de forma efetiva a população do Vale do Aço.

O projeto de Regularização Fundiária em Ipaba segue para uma nova etapa. O processo será iniciado no Centro-Leste, para a regularização de 527 imóveis.

 

 



Publicidade