Curso de Ciências Biológicas promove bate-papo em bares de Ipatinga

20/05/2019 15:27

A ciência além dos muros da Universidade

Publicidade

O curso de Ciências Biológicas do Centro Universitário do Leste de Minas Gerais (Unileste) realiza, a partir de amanhã (21), a iniciativa “Ciência no Boteco”. A ação propõe a socialização dos Projetos Integradores desenvolvidos durante o semestre ao público presente em bares do bairro Bom Retiro, em Ipatinga, possibilitando que os estudantes apresentem os resultados dos experimentos realizados nos quatro últimos meses. Segundo a coordenadora do curso, Isabela Crespo Caldeira, o desafio para o aluno será transformar os resultados dos trabalhos de laboratório em informações acessíveis à comunidade durante um bate-papo informal e divertido.

Unileste Campus Ipatinga Divulgação(Foto: divulgação/ Unileste)

Ainda segundo a docente, a iniciativa permite que o estudante também desenvolva métodos que popularizem os resultados dos estudos, estimulando a criatividade e criando novas fontes de divulgação do trabalho. “A ideia é levar as informações científicas para um local descontraído, em que as pessoas estão abertas a novas informações. Quase sempre, a ciência é vista como algo distante das pessoas, confinada a laboratórios, e o projeto busca modificar essa percepção”.

O projeto ocorre nos dias 21, 22, 28 e 29 de maio. No primeiro dia, amanhã (21), a ação acontecerá no Bar Petiscos e abordará os temas “A comunidade e o Rio Piracicaba”, “A importância dos Parques Urbanos nas cidades” e “O monóxido de carbono (CO) influencia na qualidade do ar de Ipatinga?”.

No dia seguinte, os estudantes estarão presentes no Bar Armazém de Minas, e tratarão dos assuntos “Percepção Ambiental sobre o Rio Piracicaba - um estudo de caso”, “Adaptações dos pombos aos ambientes urbanizados” e também conversarão sobre a “Importância dos invertebrados para a saúde dos riachos”.

A iniciativa será retomada na semana posterior, no dia 28, novamente no Bar Petiscos, e os temas discutidos serão “Fatores que influenciam a diminuição do volume de água do Ribeirão Ipanema” e “Uso de plantas aquáticas para recuperar lagoas e represas contaminadas”.

No dia 29, último dia de Ciência no Boteco, os alunos voltam ao Bar Armazém de Minas para debater sobre “Análise da qualidade do solo em áreas rurais do município de Belo Oriente – MG”, “Tartarugas da Região do Rio Doce - levantamento de dados” e também sobre “Como a lama do desastre de Mariana pode afetar a vida da população?”.

Isabela ainda ressalta que o atual cenário no Brasil clama por eventos que produzam informação de qualidade, que divulguem estudos para a população e que aproximem a comunidade ao conhecimento científico: “Nossa região é um laboratório natural, com áreas importantes para a pesquisa nacional e internacional, e nós não podemos deixar o conhecimento atrás dos muros da academia. Devemos despertar a curiosidade pela ciência, fomentar o sentimento de pertencimento entre população e estudantes/cientistas e, acima de tudo, valorizar a produção científica do Vale do Aço”.

Projeto Integrador

O Projeto Integrador é uma atividade acadêmica do Unileste que constitui o eixo condutor dos projetos pedagógicos dos cursos de graduação. A cada período letivo, os estudantes são estimulados a integrar conhecimentos e a desenvolver competências inerentes ao campo profissional e/ou social, a partir do contato com situações reais. Na busca de soluções para os problemas identificados, os estudantes trabalham com materiais alternativos e vivenciam desafios coletivos, o que gera possibilidades de experimentação de novas técnicas e busca pela inovação.



Publicidade