Menino tido como mudo começa a falar a partir de visita à dentista

20/05/2019 17:06

Publicidade

Qual não deve ser a emoção de um pai ou uma mãe, que após seis anos de mudez do filho, começa a vê-lo passar a proferir palavras? Pois Meredith e Dalan, dos Estados Unidos, vivem essa alegria com o filho Mason Motz. O garotinho, que tem Síndrome de Sotos (uma desordem genética que pode atrasar o desenvolvimento) foi levado ao dentista, e desde então, ele não para de falar. 

Menino começa a falar

Mason tem Síndrome de Sotos, que pode atrasar o desenvolvimento- Foto: Imagem de Internet

Pelo fato de ter a síndrome e por tido um aneurisma quando tinha menos de um ano de vida, os pais pensavam que ele não falaria. Porém, a dentista Amy Luedemann-Lazar percebeu que a língua do garotinho era presa, e por meio de um laser, cortou um pouco o tecido, num método que durou alguns segundos. 

A língua presa impedia Mason de falar

Foto: Reprodução/InsideEdition

Pronto. Em poucas horas, Mason já articulou suas palavras, e ao invés de mostrar a comida com o dedinho, a emocionada Meredith relata a primeira frase do menino: “Mamãe, eu estou com fome!”, contou. Como o garotinho nunca foi mudo, apenas tinha a língua presa, isso espantou a dentista, pois a questão não foi levantada por um profissional que o ajudava. “Eu fiquei impressionada porque ele fez fonoaudiologia por anos e ninguém nunca havia reparado na língua dele”. Mas, para a mãe, o que importa agora é que Amy deu uma nova vida para a família, como diz Meredith: “Nós fomos ao dentista para cuidar dos dentes do nosso filho e conseguimos algo ainda mais incrível!”.

Antes do procedimento, o garotinho tinha dificuldades para dormir, comer e para engolir. De acordo com a mãe, “ele parava de respirar” e em cada refeição os pais tinham que remover o que o sufocava na hora das refeições, o que fazia com que Mason não conseguisse a nutrição adequada, além de apresentar problemas dentários.

Atualizada às 18h02

 



Publicidade