Nota de R$ 5 com detalhe pode valer mais de R$ 400; entenda

A numismática, ciência que estuda cédulas e moedas, valoriza essas peças pela sua baixa circulação e condição única, tornando-as verdadeiros tesouros para colecionadores

Por Plox

20/05/2024 13h30 - Atualizado há 24 dias

Uma cédula especial da primeira família do real, emitida em 1994, pode alcançar um valor significativo entre colecionadores. Esta nota de R$ 5, distinguida por um asterisco antes da numeração na parte inferior direita, pode valer até R$ 400, desde que esteja bem conservada.

Arquivo Pessoal/Divulgação Terra

Cédulas de reposição

André Rigue, especialista em numismática, explica a raridade dessas cédulas: "Essa foi uma cédula de reposição e tem uma tiragem menor, por isso é diferente das cédulas comuns de 5 reais que vemos por aí." A numismática, ciência que estuda cédulas e moedas, valoriza essas peças pela sua baixa circulação e condição única, tornando-as verdadeiros tesouros para colecionadores.

Outras cédulas valiosas

Além da nota de R$ 5, outras cédulas também podem surpreender pelo valor. Um exemplo é a nota de R$ 10, que, possuindo um asterisco em sua numeração, pode valer até R$ 4 mil, conforme o estado de conservação. André Rigue destaca: "Muitos pensam que a cédula de R$ 10 mais valiosa é aquela de plástico, mas tem modelos antigos bem mais visados."

Erros de impressão valorizados

Além de características específicas nas numerações, erros de impressão podem aumentar o valor de cédulas e moedas. Um exemplo é a moeda de 50 centavos que foi erroneamente impressa como sendo de 5 centavos, hoje podendo alcançar até R$ 1,8 mil.

Colecionadores de todo o Brasil estão atentos a essas peculiaridades, buscando enriquecer seus acervos com peças raras e valiosas. Portanto, vale a pena verificar suas notas e moedas, pois você pode ter um pequeno tesouro em sua carteira.

 

 

 


 

Destaques