Estreia da Copa do Mundo Feminina marcada por tensão após tiroteio em Auckland

A situação torna-se ainda mais delicada quando consideramos que o Eden Park, estádio destinado a receber o jogo de abertura entre Nova Zelândia e Noruega, situa-se a aproximadamente quatro quilômetros do local do tiroteio.

Por Plox

20/07/2023 07h08 - Atualizado há 11 meses

Na véspera da esperada estreia da Copa do Mundo Feminina, um incidente grave abalou a tranquilidade de Auckland, uma das cidades-sede do evento. Segundo informações divulgadas pelo jornal RNZ, da Nova Zelândia, um tiroteio ocorreu na Quay Street, localizada próxima a um canteiro de obras, resultando na morte de três indivíduos, incluindo o atirador. Além das vítimas fatais, outras três pessoas foram gravemente feridas, enquanto três sofreram lesões de menor gravidade.

Testemunhas locais relataram que, durante o incidente, foram ouvidos cerca de oito tiros. Notavelmente, a área onde o tiroteio ocorreu está situada próximo à "Fifa Fan Zone", espaço dedicado à interação dos torcedores do Mundial. Outro detalhe alarmante é a proximidade do hotel que hospeda a seleção da Noruega. Embora tenham sido despertadas pelo barulho de helicópteros acionados para a operação policial, nenhum membro da equipe sofreu lesões.

 

Foto: Reprodução NZ Herald

O impacto para as seleções

A situação torna-se ainda mais delicada quando consideramos que o Eden Park, estádio destinado a receber o jogo de abertura entre Nova Zelândia e Noruega, situa-se a aproximadamente quatro quilômetros do local do tiroteio. Este jogo é aguardado com grande expectativa e está programado para as 4h (horário de Brasília) desta quinta-feira, 20 de julho.

Os meios de comunicação da Nova Zelândia sugeriram que o autor dos disparos poderia ser um trabalhador recentemente despedido, que retornou ao local de trabalho. No entanto, até o momento, a polícia local limitou-se a informar que estava atendendo a um "incidente significativo com múltiplos serviços de emergência".

O prefeito de Auckland, atento ao impacto do ocorrido e à segurança dos residentes e visitantes, aconselhou que todos evitassem o centro da cidade e, se possível, permanecessem em suas residências.

Destaques