Três são presos em operação da PF que investiga contrabando de migrantes

20/08/2019 15:25

Suspeitos respondem pelos crimes de organização criminosa, contrabando de migrantes, falsificação de documento público e divulgar nazismo

Publicidade

Foi desarticulada pela Polícia Federal (PF) uma quadrilha suspeita de levar ilegalmente imigrantes aos Estados Unidos. A operação foi deflagrada nesta terça-feira, 20 de agosto, onde se fez cumprir três mandados de prisão temporária e seis de busca e apreensão em São Paulo.

Os suspeitos podem ser condenados de três a oito anos de cadeia, acusados dos crimes de organização criminosa, contrabando de migrantes, falsificação de documento público e divulgação do nazismo.

Documentos apreendidos pela Polícia Federal - Divulgação / Polícia Federal

Documentos falsificados foram apreendidos- Foto: Divulgação/ Polícia Federal

A organização criminosa tinha atuação em São Paulo, e segundo a PF, eles “centralizavam e detinham pleno domínio de toda a rota, por meio de contato com outros integrantes em todos os países e continentes envolvidos". Um dos membros fazia alusão ao nazismo em suas redes sociais.

Como explicou o órgão, os imigrantes saíam de diversos países da África. Lá, eles conseguiam vistos e passaportes do Brasil e vinham para São Paulo, ficando instalados em hotéis. Depois eles seguiam para o Acre, passavam na fronteira do Brasil com o Peru. O próximo passo era chegar à fronteira do México com o país norte-americano. Eles iam tanto de carro, como de ônibus, de barco e até à pé. Dos imigrantes, dois deles são da Somália, e estão detidos nos Estados Unidos, supostamente por terrorismo.
 

Atualizada às 00h11, de 21/08/19



Publicidade