Ipatinga

esportes

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Copa do Brasil: Atlético-MG enfrenta Fortaleza e Flamengo encara Athletico-PR

    Galo joga a primeira partida no Mineirão, já o Flamengo vai à Curitiba

    Por Plox

    20/10/2021 13h32 - Atualizado há cerca de 1 mês

    Na terceira colocação do Campeonato Brasileiro, o Fortaleza quer mais. Além da ótima campanha na Série A, o Leão do Pici busca o título inédito da Copa do Brasil. Para isso, vai ter que passar pelo badalado Atlético-MG. Pode parecer difícil, mas o time comandado pelo técnico Juan Pablo Vojvoda já mostrou que tem plenas condições de vencer o confronto.

    No último embate pelo Brasileirão, em setembro, o Fortaleza perdeu em casa por 2 a 0 para o Galo, mas no primeiro turno foi o Leão do Pici que levou a melhor, com vitória de virada por 2 a 1, em Belo Horizonte. Para o duelo desta quarta-feira (20), às 21h30m (horário de Brasília), no Mineirão, o treinador argentino não poderá contar com Marcelo Benevenuto e Lucas Lima, que já defenderam outras equipes nesta edição da Copa do Brasil. David recebeu o terceiro cartão amarelo e está suspenso. Diante de um adversário forte, o volante Ronald quer ver o time com a postura das últimas vitórias.

    “Nós somos um time muito aguerrido, com muita intensidade e devemos mostrar isso para conseguir vencer o Atlético. Sabemos que é uma equipe muito forte, que não pode dar espaço pois tem jogadores muito qualificados e precisamos ter bastante atenção. Estamos trabalhando muito forte desde janeiro até agora e chegamos aqui com muito mérito e tenho certeza de que, se entrarmos da mesma forma, conseguiremos um resultado positivo”, afirmou Vojvoda durante coletiva.

     

    O Galo perdeu a invencibilidade de 18 jogos ao ser derrotado pelo Atlético-GO por 2 a 1 no último fim de semana. Motivo de preocupação para a torcida? Para o meia Nacho Fernández, não.

    “Nós somos muito fortes em casa, e isso é muito importante, mas acredito que a equipe no geral tem um bom rendimento como visitante. Acabamos perdendo depois de muitas rodadas, mas sempre queremos ganhar e estamos fortes para tudo o que vier. Desde que cheguei aqui entramos com a mesma mentalidade em todos os campeonatos, de vencer. O grupo está forte e preparado para jogar da melhor maneira a partida de quarta-feira”, disse o jogador.

    O técnico Cuca também tem problemas para escalar o Atlético-MG. Nathan Silva, que já atuou pelo Atlético-GO na Copa do Brasil, não pode jogar. Savarino, Diego Costa e Eduardo Vargas voltaram de lesões e treinaram durante a semana, mas não têm presença garantida.

     

    Athlético-PR e Flamengo começam a decidir, na noite desta quarta-feira (20), em Curitiba, quem vai à final da Copa do Brasil. O Furacão não vai contar com os volantes Christian e Richard - suspensos por cartão - nem com o lateral-esquerdo Pedrinho e o atacante Guilherme Bissoli, por já terem defendido clubes na competição. A partida às 21h30 (horário de Brasília), na Arena da Baixada será transmitida ao vivo na Rádio Nacional, com narração de André Marques, comentários de Waldir Luiz e reportagem de Bruno Mendes.

     

    Metade da capacidade da Arena da Baixada está liberada ao público, o equivalente a mais de 20 mil pessoas. O técnico Alberto Valentim fala do fator torcida neste duelo, que ficou na bronca após a derrota para o Fluminense por 1 a 0 no Campeonato Brasileiro.

    “A expectativa da torcida é vir na Arena, ver uma vitória e ficar muito insatisfeita quando o resultado não vem, porque é uma equipe grande, finalista da Copa Sul-Americana, semifinalista da Copa do Brasil”, analisou Valentim durante coletiva.

     

    No Flamengo, o atacante Pedro treinou normalmente e está relacionado para o confronto contra o Furacão. No entanto, David Luiz, Bruno Henrique e Arrascaeta seguem no departamento médico.

    Depois do empate sem gols contra o Cuiabá no Maracanã, no último domingo (17), o técnico Renato Gaúcho já tem a fórmula para enfrentar uma nova retranca.

    “É mais fácil destruir do que construir no futebol. No momento que você pega um adversário bem fechado, tem que jogar rápido, virar o jogo, trocar passes, buscar jogadas pela linha de fundo, de preferência, com jogadores que cabeceiem bem dentro da área”, explicou o treinador rubro-negro carioca.

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]