Dono de bar é morto a tiros após agredir ex-proprietário com taco de sinuca em MG

Segundo a Polícia Militar, testemunhas disseram que os autores dos tiros seriam os filhos do ex-proprietário

Por Plox

20/11/2020 14h40 - Atualizado há 4 dias

Na noite dessa quinta-feira (19), Ronaldo Gomes de Jesus, de 47 anos, dono de uma bar, foi morto a tiros, no bairro Tupi, em Belo Horizonte. Ele foi baleado após ter discutido com o ex-proprietário do estabelecimento, quando teria o agredido com um taco de sinuca.

Segundo informações de testemunhas repassadas à Polícia Militar (PM), o ex-proprietário estaria no bar, embriagado, quando Ronaldo o teria mandado embora. Nesse momento, eles teriam iniciado uma discussão. Durante a discussão, enquanto o ex-proprietário saia, Ronaldo teria o agredido com um taco de sinuca.

De acordo com o relato das testemunhas aos policiais, após ser agredido, o ex-proprietário teria prometido vingança e teria ligado para um de seus filhos. Após alguns minutos, indivíduos de moto chegaram no bar e efetuaram diversos disparos de fogo contra Ronaldo. ele foi baleado na cabeça, barriga e ombro. Ronaldo não resistiu e morreu no local.

Ainda segundo a PM, moradores da região disseram aos policiais que dois dos motociclistas eram filhos do ex-proprietário.

Frequentadores do bar disseram aos policiais que o ex-proprietário tinha repassado o ponto comercial mas ia no bar quase todos os dias, e que nessa quinta, ele teria consumido bebida alcóolica e aparentava estar bastante embriagado.

Após o crime, a perícia foi acionada e, após os trabalhos de praxe, o corpo foi removido e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML). A PM segue o rastreamento para encontrar os suspeitos.
 

PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2020