Prefeito de Ipatinga confirma data para início do ano letivo

21/01/2019 17:20

Publicidade

Na tarde desta segunda-feira (21) o prefeito de Ipatinga-MG, Nardyello Rocha, confirmou o início das aulas para o dia 5 de fevereiro. Apesar da Associação Mineira de Municípios ter decidido pelo adiamento para o dia 11 de março, a particularidade de cada município foi respeitada, conforme explicou o prefeito de Ipatinga.

Em um vídeo publicado nas redes sociais, Nardyello falou que foi voto vencido, mas que a AMM acordou que seria respeitado a particularidade de cada cidade. “Após um dia conturbado, onde eu fui voto vencido na assembleia da Associação Mineira de Municípios, após muitas conversas nós decidimos que as aulas em Ipatinga terão início no dia 5 de fevereiro, com a aula inaugural no dia 4. Não podemos atrasar o calendário letivo em mais de 40 dias”, afirmou o prefeito.

Reprodução vídeo MG 3096

Decisão

As prefeituras acusam o governo do Estado de não repassar verbas aos municípios. Contudo, segundo a prefeitura de Ipatinga, mesmo com a dívida do Estado com o município de mais de R$ 23 milhões apenas referente ao Fundeb, o voto do prefeito Nardyello foi favorável a manutenção da data de início das aulas.

Confira a nota na íntegra:

A administração municipal, que havia anunciado o início das aulas para o dia 5 de fevereiro, informa que a decisão pelo adiamento, ou não, do início do período letivo em Ipatinga só será tomada após o retorno do prefeito Nardyello Rocha de Belo Horizonte, onde participa, nesta segunda-feira (21), de uma assembleia da AMM (Associação Mineira de Municípios) exatamente para discutir medidas contra a continuidade das criminosas retenções de verbas constitucionais pelo Governo do Estado.

Em assembleia realizada na manhã de hoje, os municípios deliberaram, por maioria de votos, pelo adiamento do início das aulas para o dia 11 de março. Ipatinga votou pela manutenção do calendário, mas foi voto vencido. Diante deste fato, o executivo municipal informa que respeita a decisão da assembleia da AMM, mas só definirá pela manutenção do início das aulas no dia 5 de fevereiro, ou seu adiamento para 11 de março, após o retorno do prefeito Nardyello Rocha de Belo Horizonte, onde continua por todo o dia de hoje a movimentação dos cerca de 500 prefeitos mineiros contra os atrasos de repasses protagonizados pelo governo Romeu Zema. Importante destacar que até a presente data o Governo do Estado deve para Ipatinga, somente em verbas constitucionais do Fundeb, mais de R$ 23 milhões.
 



Publicidade