Jovem que atirou em policial há cerca de 6 anos é preso novamente em Ipatinga

Contra ele havia um mandado prisão em aberto desde novembro do ano passado

Por Plox

21/04/2021 20h55 - Atualizado há quase 3 anos

Um jovem de 21 anos foi preso no fim da tarde desta quarta-feira (21), na rua Nova York, no bairro Vila Militar em Ipatinga-MG. Há 6 anos, quando ainda era menor, foi apreendido após atirar contra um policial da cidade. 

Segundo o tenente Lindomar Almeida, além do crime cometido na época, o rapaz possui diversas passagens por roubo, tráfico de drogas e homicídio. Ele estava foragido desde novembro do ano passado e contra ele havia um mandado de prisão preventiva em aberto. 

Nesta quarta, foi realizada uma operação e, com a chegada dos militares, o criminoso tentou fugir acessando um telhado. Ele caiu e foi abordado pelos policiais mediante uso de força, já que estava bastante exaltado e tentou resistir à prisão.

 

"Em 2015, ele cometeu um latrocínio tentado, onde veio desferir um disparo de arma de fogo na cabeça de um policial militar. Na época, ele era menor de idade e foi aprendido. Posteriormente, ao regressar à sociedade, veio cometer mais crimes e nesta oportunidade conseguimos realizar a prisão dele", afirmou o tenente. 

Ainda segundo o militar, no início deste ano o jovem quase foi preso durante uma operação, porém ele fugiu deixando drogas no local onde foram detidos o irmão dele e outras pessoas. O rapaz foi conduzido à Unidade de Pronto Atendimento (UPA), onde recebeu atendimento médico e foi levado à delegacia. 

CRIME EM 2015

No dia 30 de novembro de 2015, o sargento Silvio Teixeira de Andrade, na época com 39 anos, foi alvo de uma tentativa de latrocínio (roubo seguido de morte). O policial trabalhava como motorista do comandante da 12º Região de Policia Militar e aguardava o coronel na porta da casa dele em um carro descaracterizado da PM.

Crime ocorreu na rua Estados Unidos, no bairro Cariru. Foto: reprodução


O crime ocorreu no bairro Cariru e quatro pessoas foram identificadas como suspeitas pelo crime, incluindo o jovem de 21 anos, que na época tinha 16. Ele teria sido o assaltante que rendeu a vítima, entrou em luta corporal e revidou com um tiro na cabeça do sargento, que ficou internado em uma UTI e se recuperou.

Em relação aos demais, um alegou ter dado cobertura no crime, o outro foi quem levou o carro tomado no assalto, e o último que seria quem encomendou o veículo. O Fiesta Sedan foi encontrado abandonado às margens da BR-381, em Santana do Paraíso-MG. Os criminosos não sabiam que se tratava de um veículo da PM.  

Carro teria se envolvido em um acidente antes de ser abandonado. Foto: reprodução
Destaques