Com 83 casos somente este ano, imunização contra o sarampo será em 10 de junho

21/05/2019 06:45

A única forma de prevenção ao sarampo é a vacinação. A doença pode levar à morte

Publicidade

Diversos casos de sarampo já foram confirmados no Brasil, e somente neste ano, foram registrados 83 infectados. Haverá uma campanha de imunização contra a doença, programada para iniciar no dia 10 de junho. Ainda não foi divulgada a data em que o Ministério da Saúde (MS) irá detalhar sobre a mobilização. De acordo com o MS, sete estados da federação tiveram registros da doença: Minas Gerais contabilizou três casos. O estado em que a situação preocupa é o Pará, com 43 registros, seguido de São Paulo, com 27. No Amazonas foram quatro, em Santa Catarina, três, no Rio de Janeiro foram dois, e em Roraima, uma pessoa se infectou. 

Sarampo- Marcelo Camargo/Agência Brasil

A única forma de prevenção à doença é a vacinação-Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil


No estado do Pará, os 27 casos detectados são de índios que moram no estado. Já nas outras unidades federativas, a causa, em sua maioria foi de pessoas que viajaram para outros países e importaram a doença. O MS houve 117 casos de sarampo notificados no Brasil, de janeiro a maio de 2018, quando 84 foram em Roraima, 30 no Amazonas, uma ocorrência importada em São Paulo, além de um importado no Rio Grande do Sul e um caso em Rondônia. Duas mortes foram registradas na época.

Prevenção, sintomas e transmissão


A única forma de prevenção ao sarampo é a vacinação. Os sintomas da doença são: febre acompanhada de tosse persistente, irritação ocular, coriza e congestão nasal e mal estar intenso. Depois, há o aparecimento de manchas avermelhadas no rosto, que progridem em direção aos pés, com duração mínima de três dias. São comuns lesões muito dolorosas na boca. A doença pode ser grave, acometendo do sistema nervoso central, levando à infecções, como pneumonia, podendo levar à morte. A transmissão acontece de pessoa a pessoa, geralmente por tosse, espirros, fala ou respiração, por isso a facilidade de contágio da doença. 

Atualizada às 10h40



Publicidade