Turismo de experiência na Serra da Mantiqueira atraí visitantes com natureza e gastronomia

Região entre Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro encanta turistas com montanhas, cachoeiras e delícias gastronômicas

Por Plox

21/05/2024 15h55 - Atualizado há 21 dias

A Serra da Mantiqueira, uma vasta cadeia montanhosa com mais de 500 km de extensão, abrange as fronteiras de Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo, oferecendo alturas que variam de 900 m a 2.798 m. O pico da Mina, na Serra Fina, atinge o ponto mais alto, na divisa entre Passa Quatro (MG) e Queluz (SP). A paisagem impressiona os visitantes, que, ao explorar as estradas vicinais, encontram pequenas joias escondidas. Desde plantações de oliveiras a queijos artesanais premiados, trilhas para cachoeiras, mirantes espetaculares e uma culinária única, a Mantiqueira oferece uma imersão completa na natureza e na cultura local.

Foto: Pixabay/Reprodução

Delícias Artesanais e Roteiros Culinários

Destinos populares como Monte Verde e Gonçalves são apenas a ponta do iceberg. Cidades menos conhecidas, como Aiuruoca e Alagoa, surpreendem com azeites finos e queijos premiados. Em Alagoa, a Rota do Queijo e do Azeite, criada por Osvaldo Martins de Barros Filho, oferece um tour de um dia inteiro, começando na Fazenda Cauré e terminando com degustações harmonizadas. O queijo Alagoa 1722, que ganhou prêmios internacionais, é produzido de forma artesanal e traz a essência do terroir local.

Osvaldinho conta que "o prêmio na França colocou Alagoa em um patamar internacional, atraindo turistas e movimentando a economia da cidade". A visita à fazenda 2M inclui uma demonstração do processo de produção e termina com um café típico, destacando o pão de queijo com ovo caipira e queijo premiado.

Natureza e Aventura

Além das delícias gastronômicas, a Mantiqueira é um paraíso para os amantes da natureza. Itamonte, porta de entrada para o Parque Nacional do Itatiaia, é conhecida pelas trilhas e cachoeiras, como a Cachoeira do Facão, acessível por uma trilha na mata. A região, cujo nome em tupi-guarani significa "serra que chora", é repleta de pequenas cachoeiras que justificam a denominação.

A Mantiqueira é ideal para o montanhismo, com picos que ultrapassam 2.600 m de altura. O Instituto Alto Montana da Serra Fina oferece infraestrutura para atividades de ecoturismo, incluindo observação de pássaros, trilhas e voo livre.

Turismo Rural e Ecoturismo

Itanhandu, uma cidade com vocação para o ecoturismo e turismo rural, abriga a Fazenda São Francisco, onde o casal Carlos Alberto e Adriana Carvalho cria búfalos e produz muçarela. A visita à fazenda permite aos turistas conhecer o processo de produção e interagir com os animais, proporcionando uma experiência única.

Hospedagem e Conforto

A Mantiqueira oferece acomodações que combinam conforto e contato com a natureza. A Pousada Paraíso dos Tucanos, em Aiuruoca, é um exemplo de refúgio aconchegante nas montanhas. Com várias opções de suítes e infraestrutura completa, a pousada é ideal para famílias e aceita pets. A proprietária Ingrid e sua filha Mariane oferecem um atendimento personalizado, garantindo uma estadia memorável.

Passeios Históricos

Passa Quatro, com sua histórica estação ferroviária inaugurada por Dom Pedro II, oferece um passeio nostálgico no Trem da Serra da Mantiqueira. A maria-fumaça leva os visitantes até a divisa de Minas Gerais com São Paulo, passando por locais históricos da Revolução Constitucionalista de 1932.

A Serra da Mantiqueira, com sua combinação de natureza exuberante e rica cultura, continua a encantar visitantes e promover o turismo de experiência, oferecendo uma viagem inesquecível através de paisagens deslumbrantes e sabores únicos.

Destaques