General deixa ministério para assumir a presidência dos Correios

21/06/2019 07:41

O general Floriano Peixoto deixou a Secretaria-Geral da Presidência para presidir a estatal

Publicidade

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência, general Floriano Peixoto, deixará o cargo na pasta para presidir os Correios. O presidente Jair Bolsonaro havia exonerado o também general Juarez Aparecido de Paula Cunha do cargo na estatal nessa semana. 

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Floriano Peixoto deixa a Secretaria-Geral da PresidênciaFoto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Ainda não há informações concretas sobre quem assumirá a Secretaria-Geral da Presidência deixada por Floriano Peixoto. A especulação é de que Rogério Marinho, atualmente secretário especial da Previdência, assuma a pasta. Ele é visto por aliados com um negociador habilidoso. 


Quem comandava a Secretaria-Geral era Gustavo Bebianno, desde o começo do governo Bolsonaro. Ele foi exonerado em fevereiro, por suspeita de envolvimento em repasses de verbas públicas para candidatas que não fizeram campanha efetivamente. Por sua vez, o general Peixoto, foi secretário-executivo de Bebianno.

Atualizada às 8h52



Publicidade