Ipatinga

acontece

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    O uso constante de smartphones está mudando o formato do crânio humano

    O hábito de sempre estar olhando para baixo quando se usa o celular pode estar mudando o formato do crânio

    Por Plox

    21/06/2019 18h36 - Atualizado há cerca de 2 anos

    O hábito de sempre estar olhando para baixo quando se usa o celular pode estar mudando o formato do crânio. De acordo com um estudo publicado pelo jornal Scientific Reports, o uso excessivo de smartphones e qualquer aparelho que force a cabeça a ficar inclinada para frente pode modificar, aos poucos, o corpo humano. Mais especificamente, a região da cabeça perto da nuca.

    Cientistas da Universidade de Sunshine Coast, na Austrália, informam que essa é a razão pela qual diversas pessoas mais novas possuem uma pequena cauda óssea na parte de trás da cabeça, exatamente na intersecção entre espinha dorsal e crânio. O tamanho do crescimento é de cerca de 2,6 centímetros, podendo chegar a até 3,1 centímetros de comprimento.

    (Foto: Pixabay/Reprodução)

    (Foto: Pixabay/Reprodução)

    Essa pequena elevação óssea é conhecida cientificamente como protuberância occipital externa, de tipo entesófito ou aumentada, e surge em locais onde um ligamento ou tendão se conecta com um osso. Era comum que apenas pessoas mais velhas fossem estudas, já que essa “cauda” geralmente demora um longo período para ficar evidente. Entretanto, o estudo demonstrou o contrário. 

    Analisando a 1.200 pessoas entre 18 e 86 anos, foi confirmado pelos pesquisadores que a elevação óssea está sendo encontrada mais em pessoas de 18 a 30 anos de idade. 33% dos participantes apresentaram grande crescimento na deformação do encontro da região da cabeça com a espinha dorsal.

    Atualizada às 16h15.

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]