Ipatinga

saúde

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    4ª onda: quais são os testes disponíveis de Covid e quando fazer?

    Diagnóstico garante que a pessoa tome os cuidados adequados à saúde e cumpra o isolamento necessário

    Por Plox

    21/06/2022 13h44 - Atualizado há 5 dias

    O crescimento recente nos casos de Covid tem levado a um aumento na procura por exames de diagnóstico. Realizar o teste que confirma a infecção é importante tanto para orientar os cuidados com a saúde, como para tomar as providências necessárias para que o vírus não se espalhe.

     

    Atualmente, existem dois tipos de teste que detectam a infecção ativa, quando a doença está na fase transmissível. São o exame RT-PCR e os testes rápidos de antígeno – modalidade na qual o autoteste está incluído. Caso o resultado seja positivo, a pessoa deve iniciar o isolamento necessário, ainda que não tenha sintomas.

    Também há o exame rápido de anticorpos, feito com uma pequena amostra de sangue, mas esse é indicado apenas para detectar se o corpo produziu anticorpos após o contato com o vírus Sars-CoV-2.

    Fotografia colorida de mulher em laboratório avaliando exames

     

     

    Entenda a diferença entre cada um dos testes para a Covid-19 e o momento certo de realizá-los:

     

    Teste rápido de antígeno e autoteste

    Os testes rápidos de antígeno – grupo no qual também estão incluídos os autotestes – são uma forma eficaz para saber se a infecção pelo coronavírus está ativa.

    O resultado sai entre 15 e 20 minutos a partir de uma amostra de saliva ou de secreção nasal retirada por um swab (semelhante a um cotonete) em farmácias, em centros de testagem ou em casa, por meio do autoteste.

    A infectologista Ana Helena Germoglio afirma que, caso o resultado do teste seja negativo, mas os sintomas persistam, é necessário realizar o teste novamente em 24 ou 48 horas.

     

    “Os testes desta modalidade são confiáveis, têm uma sensibilidade boa, mas precisam ser bem feitos e no momento correto”, explica a infectologista.

    Os testes rápidos de antígeno devem ser realizados entre o 1º e o 7º dia de início dos sintomas. Caso a pessoa esteja assintomática, ela deve fazer o exame cinco dias depois do contato com a pessoa que testou positivo.

     

     

     

     

    Teste RT-PCR

    Considerado padrão ouro, o teste RT-PCR é feito a partir de uma amostra de secreções retirada do nariz ou da boca em um laboratório e este material passa por uma análise mais criteriosa, confirmando, ou não, a presença do vírus.

    O ideal é que esse teste seja feito entre o 3º e o 7º dia após o início dos sintomas.

    Teste de anticorpos

    O teste de anticorpos é feito através da coleta de uma gota de sangue no dedo, para rastrear a presença de anticorpos – Imunoglobulina M (IgM), liberado durante a infecção para combater o vírus, ou Imunoglobulina G (IgG), produzido na fase mais tardia da infecção.

     

    O resultado sai entre 15 e 30 minutos após a coleta. O teste rápido de anticorpos não é indicado para identificar se a pessoa desenvolveu imunidade após a vacinação.

    Quem deve fazer os testes?

    Qualquer pessoa com sintomas correspondentes à Covid-19 ou que tenha tido contato recente com um paciente infectado deve fazer o teste para conter a propagação do coronavírus. (Com informações do portal Tua Saúde)

    Fonte: https://www.metropoles.com/saude/4a-onda-quais-sao-os-testes-disponiveis-de-covid-e-quando-fazer
    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2022[email protected]