De volta à prisão: Polícia prende Felipe "Tulipa", condenado por duplo homicídio

Ele havia sido condenado a uma pena de 25 anos pelo assassinato de duas mulheres idosas

Por Plox

21/06/2023 07h58 - Atualizado há 11 meses

Depois de cinco anos foragido, Felipe Saldanha Dias, mais conhecido como "Tulipa", 32 anos, foi recapturado nesta segunda-feira (19). A ação foi um trabalho conjunto das polícias civis de Teófilo Otoni, em Minas Gerais, e de Santa Catarina. "Tulipa" foi localizado no bairro Gravatá, na cidade de Navegantes, em Santa Catarina.

 

Foto: Reprodução

Felipe Saldanha Dias estava foragido desde 2018, quando conseguiu escapar da Penitenciária de Teófilo Otoni, em Minas Gerais. Ele havia sido condenado a uma pena de 25 anos pelo assassinato de duas mulheres idosas.

O momento da captura

A prisão ocorreu quando Felipe voltava da escola com o filho. Dada a periculosidade do acusado e seu histórico de fuga, os policiais decidiram abordá-lo na rua. As chaves do carro e o telefone celular de Felipe foram entregues a um vizinho, enquanto o filho ficou sob os cuidados da mãe.

As vítimas

O condenado, "Tulipa", foi apontado como um dos responsáveis pelos homicídios de Dilma Pereira Leite, 60 anos, e Inácia Cólen de Deus, 80 anos. O crime ocorreu em 8 de setembro de 2016, na cidade de Teófilo Otoni. Dilma tinha uma perna amputada e era mãe do alvo dos atiradores. Inácia era tia do rapaz procurado pelos assassinos.

Investigações em curso

Segundo a Polícia Civil, as investigações sobre o caso prosseguem, com buscas pelos outros envolvidos no crime. Felipe Saldanha Dias, o "Tulipa", foi encaminhado para a Penitenciária do município do Vale do Mucuri, onde cumprirá o restante de sua pena.

Destaques