Submarino desaparecido: sons de batidas são captadas no fundo do mar

Estes ruídos, reminiscentes de batidas espaçadas a cada 30 minutos

Por Plox

21/06/2023 10h44 - Atualizado há 11 meses

As forças armadas americanas e canadenses engajadas nas buscas pelo submarino desaparecido em uma missão ao Titanic captaram sons misteriosos vindos das profundezas oceânicas. Estes ruídos, reminiscentes de batidas espaçadas a cada 30 minutos, foram relatados pela Guarda Costeira dos Estados Unidos na manhã de quarta-feira (21).

Foto: Divulgação/OceanGate Expeditions

 

A sequência sonora foi detectada pela primeira vez na terça-feira (20) por um dispositivo de uma aeronave canadense envolvida na operação conjunta entre os dois países. Quatro horas mais tarde, a mesma sequência de batidas foi registrada novamente, de acordo com um informe oficial estadunidense acessado pela mídia local.

O PLOX agora tem comunidades no WhatsApp. Clique aqui e escolha a sua:

PLOX - SÃO PAULO
PLOX - BELO HORIZONTE
PLOX - RIO DE JANEIRO
PLOX - GOVERNADOR VALADARES
PLOX - VALE DO AÇO

Em resposta aos sinais detectados, a Guarda Costeira dos EUA redirecionou imediatamente suas operações para a zona onde os ruídos foram registrados. Apesar da última atualização não reportar quaisquer descobertas, as buscas continuam intensificadas na região.

Plox agora tem TikTok: acesse e siga para acompanhar os principais vídeo: PLOX NO TIKTOK

A aeronave canadense P-3 foi responsável por identificar esses sons submarinos na área de busca. "Essas operações foram realocadas na tentativa de explorar a origem dos ruídos. As buscas ROV produziram resultados negativos, mas continuam", informou a Guarda Costeira. Ademais, os dados coletados pelo P-3 foram compartilhados com especialistas da Marinha para análise.

Em adição, relatos da CNN Internacional e da revista "Rolling Stone" na terça-feira (20) revelaram que ambos os veículos de mídia tiveram acesso ao informe do governo americano que menciona os ruídos subaquáticos, descrevendo-os como batidas.

Plox agora tem TikTok: acesse e siga para acompanhar os principais vídeo: PLOX NO TIKTOK

Os sons foram novamente percebidos aproximadamente quatro horas após o primeiro registro, com o acréscimo de equipamentos de sonar para intensificar a varredura do fundo do oceano. O relatório também menciona o Centro Conjunto de Coordenação de Resgate se mobilizando para encontrar um veículo operado remotamente que poderia auxiliar nas buscas, com o apoio de organizações parceiras.

Segundo a revista Rolling Stone, o informe relata que um veículo tripulado da Marinha só pode descer até uma profundidade de 2 mil pés (609 metros). No entanto, se o submarino estiver localizado a uma profundidade próxima aos destroços do Titanic, superior a 3.800 metros, um drone submarino ou veículo controlado remotamente seria essencial para a operação de resgate.

Para complementar, a CNN Internacional reportou que um objeto branco e retangular foi detectado na água por uma a aeronave canadense. Em resposta a esse avistamento, um navio foi direcionado para auxiliar nas buscas na área onde os sons subaquáticos foram registrados.

O PLOX agora tem comunidades no WhatsApp. Clique aqui e escolha a sua:

PLOX - SÃO PAULO
PLOX - BELO HORIZONTE
PLOX - RIO DE JANEIRO
PLOX - GOVERNADOR VALADARES
PLOX - VALE DO AÇO

Esse elemento adicionado à investigação, juntamente com os ruídos misteriosos, aumenta a complexidade e intensidade das operações. Enquanto isso, os esforços continuam incansáveis, com o objetivo principal de localizar o submarino desaparecido e, com sorte, proporcionar respostas aos muitos questionamentos que ainda envolvem este caso.

Plox agora tem TikTok: acesse e siga para acompanhar os principais vídeo: PLOX NO TIKTOK

A cooperação entre os Estados Unidos e o Canadá permanece forte, com ambos os países compartilhando recursos e informações em tempo real para potencializar os esforços de busca. As autoridades continuam a trabalhar contra o relógio, usando todas as ferramentas e tecnologias disponíveis, na esperança de solucionar o mistério do submarino desaparecido.

Este é um trabalho que desafia a capacidade humana e testa os limites da tecnologia. A profundidade e as condições desconhecidas do oceano adicionam camadas de dificuldade à busca. Mas, armados com determinação, experiência e os melhores equipamentos, os resgatistas se mantêm firmes em seu propósito.

A operação de busca é uma corrida contra o tempo. A cada batida captada, a cada objeto avistado, o otimismo renasce. Ainda assim, a urgência da situação é claramente percebida em cada decisão tomada pelas equipes envolvidas. Afinal, o desaparecimento do submarino é mais do que uma missão; é uma questão de vidas humanas em jogo.

Destaques