Governo anuncia hoje a privatização dos Correios

21/08/2019 09:27

Vários usuários se queixam de terem seus produtos extraviados e há muita dificuldade para obter o ressarcimento desses produtos

Publicidade

Está prevista para esta quarta-feira (21), a divulgação da lista com os nomes de 17 empresas estatais que deverão ser privatizadas ainda este ano.

A empresa Brasileira de Correios e Telégrafos é uma das que serão privatizadas, segundo informações do ministro da Economia, Paulo Guedes, que falou sobre o assunto nessa terça-feira (20). 

Para o Ministério da Economia, a privatização dos Correios é uma necessidade urgente, pois a empresa se tornou ineficiente e um campo de corrupção com interferências de políticos. Isso tudo levou a uma perda de competitividade frente às empresas privadas de entrega de mercadorias pela internet ou seja, o começo eletrônico. 

Vários usuários se queixam de terem seus produtos extraviados e há muita dificuldade para obter o ressarcimento desses produtos. O Ministério da Economia usará como um dos argumentos para a venda da estatal recentes estudos que apontam um rombo bilionário, de cerca de R$11 bilhões, no fundo de pensão Postalis.

Os funcionários dos correios também tem um plano de saúde, o Postal Saúde. Nele os estudos apontam o rombo de R$3,9 bilhões. A agenda proposta pelo governo Jair Messias Bolsonaro, tendo a frente o ministro Paulo Guedes é de venda da grande maioria das empresas controladas pelo Estado.



Publicidade