Tilápia africana invade os mares do Brasil

Tilápia Africana Invade os Mares Brasileiros: Um Desafio para os Ecossistemas

Por Plox

21/10/2023 07h40 - Atualizado há 7 meses

Pesquisadores brasileiros revelam evidências de uma invasão preocupante nos mares brasileiros, à medida que a tilápia, uma espécie de peixe de água doce originária da África, se adapta com sucesso a ambientes salobros. A pesquisa, publicada na revista científica Aquatic Ecology, expõe um fenômeno que vai do litoral do Maranhão à Santa Catarina, incluindo estados como Espírito Santo, São Paulo e Rio de Janeiro.

 

O estudo, liderado pela ecóloga Ana Clara Sampaio Franco da Universidade de Girona, na Espanha, começou quando vídeos registraram cardumes de tilápias no mar, particularmente na região de Arraial do Cabo, Rio de Janeiro. A surpreendente adaptação desses peixes a ambientes salinos levantou sérias preocupações entre os pesquisadores.

Origens na Aquicultura e Falta de Controle

Uma das pistas para a presença das tilápias no mar está relacionada à aquicultura. A tilápia-do-nilo, uma das espécies mais cultivadas no Brasil devido ao seu rápido crescimento, é conhecida por escapar de estruturas de criação. Além disso, descartes equivocados por aquicultores também contribuem para a invasão.

Ana Clara destaca a falta de controle e a importação de espécies exóticas como parte do problema. Ela afirma que o Brasil deveria explorar sua biodiversidade em vez de adotar tecnologias que levam à introdução de espécies invasoras.

 

Os pesquisadores também investigaram a disseminação das tilápias nos mares brasileiros. Enquanto a invasão em água doce é bem conhecida, a transição para ambientes marinhos apresenta incógnitas. A ausência de dados consolidados sobre estruturas de aquicultura dificulta uma análise precisa das origens da invasão.

 

A habilidade da tilápia de água doce em sobreviver em ambientes salgados se deve à evolução da espécie. Sua ascendência marinha a equipou com a capacidade de tolerar salinidade em certa medida. Especialistas acreditam que a tilápia pode estar usando rios de água salobra como corredores ecológicos entre ambientes marinhos e de água doce.

Impactos Ambientais e Necessidade de Controle

A invasão de tilápias nos mares traz preocupações significativas, incluindo a transferência de patógenos, o aumento da eutrofização e a competição com espécies nativas. Além disso, a possibilidade de seleção artificial de tilápias adaptadas a ambientes salinos pode ameaçar ecossistemas marinhos.

O estudo enfatiza a necessidade urgente de um controle rigoroso sobre a criação de peixes no Brasil e destaca que a tilápia não deve ser subestimada, pois sua presença em unidades de conservação mostra que não há confinamento adequado na maioria das aquiculturas, resultando em impactos prejudiciais.

O surgimento da tilápia nos mares brasileiros levanta questões críticas sobre a proteção dos ecossistemas marinhos e a gestão responsável da aquicultura no país.

Destaques