Ex-governador Fernando Pimentel é condenado a 10 anos de prisão.

21/11/2019 08:14

O petista teria cometido irregularidades de caixa 2 quando foi ministro do Desenvolvimento, da ex-presidente Dilma Roussef.

Publicidade

A Justiça Eleitoral condenou o ex-governador de Minas Gerais, pelo Partido dos Trabalhadores, Fernando  Pimentel a 10 ano e 6 meses de prisão.
 
Pimentel foi condenado pelos crimes de lavagem de dinheiro e tráfico de influência. A sentença foi agravada por “abuso de poder”. Segunda a decisão da Justiça, o petista tem de cumprir a pena em regime fechado.
 
A legislação permite que o ex-governador entre com recurso para tentar reverter a sentença e aguardar o resultado em liberdade.
 
Segundo as investigações, Fernando Pimentel teria cometido irregularidades de caixa 2 quando foi ministro do Desenvolvimento, da ex-presidente Dilma Rousseff, também do Partido dos Trabalhadores, entre 2011 e 2014.

pimentelO ex-governador e ex-ministro Pimentel é um dos nomes mais influentes do Partido dos Trabalhadores. Foto: reprodução

O sócio da Vox Populi, Marcos Coimbra, e os empresários Marcos Hiran Novaes e   Benedito Rodrigues de Oliveira, o “Bené”, também foram condenados. Esse último teria prestado serviços para Pimentel e participado do esquema de caixa 2, na campanha ao governo de Minas em 2014.

Na decisão, a Justiça também determina a cassação dos direitos políticos dos condenados, a valer assim que os processos não couberem recursos.
 



Publicidade