Governo de Minas fecha quase 400 vagas no Ensino Fundamental em Ipatinga

21/11/2019 07:50

Plano de Atendimento tem corte de mais de quinze turmas de primeiro ano na rede estadual de Ensino

Publicidade

O Governo do Estado de Minas Gerais cortou quase 400 vagas nas escolas da rede estadual de ensino, fechando turmas de 1° ano em pelo menos oito escolas. 

De acordo com o Sind-UTE/MG, o corte de turmas ocorreu em escolas como Chico Mendes, Almirante Toyoda, Haydée Maria Imaculada, entre outras, e não foram abertas vagas suficientes em outras unidades escolares, tendo o Município de Ipatinga afirmado que não tem como absorver a demanda na rede municipal. 

sindicatoFoto: divulgação/Sind-UTE/MG

Segundo o sindicato, “Com a mobilização das comunidades, dos trabalhadores e trabalhadoras em Educação e do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG), em todo o Estado, houve alguns recuos da Secretaria Estadual de Educação, a partir da primeira proposta do Plano de Atendimento. Ainda assim, os cortes evidenciam de forma inequívoca a política de desmonte do Estado em relação à educação”.

sindicato-2Foto: divulgação/Sind-UTE/MG

Em razão do corte nas vagas, o Sind-UTE/MG irá protocolar uma denúncia no Ministério Público, detalhando a situação. O encaminhamento foi definido em audiência pública, realizada no final de outubro, na Câmara Municipal  de Ipatinga, com a participação da presidente da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa, Beatriz Cerqueira. 
 



Publicidade