Univaço convida comunidade para participar de evento de educação inclusiva

22/04/2019 10:24

Publicidade

Com o propósito de promover reflexões sobre a importância do outro, sem preconceito, no ambiente acadêmico, o Núcleo de Acessibilidade Pedagógica e Atitudinal (NAPA) e a Liga Acadêmica de Neurociências e Neurologia da Univaço promovem, no próximo dia 24 de abril, uma mesa redonda sobre acessibilidade atitudinal para toda comunidade.

O tema escolhido refere-se à atitude pessoal de cada indivíduo na luta contra preconceitos, estigmas, estereótipos e discriminações. Por meio do NAPA e da Liga Acadêmica de Neurociências e Neurologia a Univaço desenvolve, cotidianamente, propostas que atendem às limitações e possibilitam alunos, professores e funcionários a pensar sobre a condição humana e sua diversidade. 

DIvulgaçãoAuditório-da-Univaço
 
“É muito importante informar e sensibilizar a comunidade para a retirada de barreiras que impedem a efetiva inclusão de todo cidadão. Desenvolver uma educação cada vez mais inclusiva é fundamental para potencializar a capacidade de cada indivíduo, em seu processo de formação. É importante as pessoas se conscientizarem de seus atos e da sua influência na vida dos outros”, explica a coordenadora do NAPA, Niura Sueli de Almeida Martins.
 
A coordenadora da Liga Acadêmica, Melissa Ulhoa, destaca a relevância do tema na sociedade. “ Acessibilidade atitudinal é um tema muito amplo que vai além de limitações físicas e motoras e que todos nós podemos praticá-la. Ela trata da convivência interpessoal e o quanto respeitamos o nosso próximo. Na educação é essencial ter sensibilidade para integrar, observar e extrair o melhor de cada acadêmico. Reforçar esse conceito dentro da faculdade e ir além é o nosso objetivo”.
 
Sobre o evento
Mesa Redonda – aberto a comunidade
Dia:  24 de abril, as 19h
Local: Auditório Dr. José Alves Torres 
          Rua João Patrício de Araújo, 179 - Veneza, Ipatinga - MG
 
Temas e palestrantes: 
O psiquiatra, Fabrício Vinícius de Souza, em sua palestra abordará o tema:  "O papel do psiquiatra na Educação Inclusiva”. A neuropsicóloga, Luciana Freitas da Silva, falará sobre: "Como os profissionais da saúde contribuem para a acessibilidade no ambiente acadêmico: enfoque da neurociência”. E o tema do psicólogo, Tiago Barros Haussmann, será: "Desconstruindo a deficiência."



Publicidade