Recompondo a Aprendizagem: projeto beneficiou mais de 80 crianças em Timóteo

Iniciativa realizada pela Fundação Aperam Acesita e CMDCA de Timóteo promoveu atendimento personalizado a estudantes de duas escolas municipais

Por Plox

22/05/2024 19h10 - Atualizado há 22 dias

O projeto “Recompondo a Aprendizagem II” foi concluído na última semana pela Fundação Aperam Acesita, com cerimônias de encerramento nas escolas municipais Ana Moura e Virgínia de Souza Reis. A iniciativa beneficiou 80 alunos, com idade entre 6 e 10 anos, e é fruto de uma parceria firmada com o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Timóteo (CMDCA) e da Secretaria Municipal de Educação de Timóteo. 

Foto: Divulgação

Durante 11 meses, em um espaço de atendimento personalizado em cada uma das escolas, os alunos do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental contaram com o apoio de uma equipe de profissionais com perfil alfabetizador, visando impulsionar o processo de ensino e aprendizagem para o alcance das habilidades não consolidadas conforme o período escolar e idade do aluno.

 

“A Fundação Aperam Acesita entende a educação como meio para transformar a sociedade. Com parcerias consolidadas entre CMDCA, Prefeitura de Timóteo, escolas, pais e alunos conseguimos alcançar resultados positivos. Para nós, o Recompondo a Aprendizagem foi mais uma iniciativa que deu muito certo, pois cumprimos a nossa missão de contribuir para a melhoria da qualidade do ensino”, declarou o presidente da Fundação Aperam Acesita, Venilson Vitorino.

Foto: Divulgação

Geovane Pereira Gomes, pai do aluno da Escola Municipal Ana Moura, Pedro Henrique Pereira Souza, de 8 anos, não acreditava que o resultado pudesse ser tão satisfatório em pouco tempo. “Meu filho precisava de ajuda e nós não sabíamos o que fazer para ajudá-lo com as tarefas. Em pouco tempo ele desenvolveu muito e agora ele faz tudo sozinho. Só temos a agradecer”, contou. “Eu ficava muito nervoso de não conseguir ler. Agora o que mais gosto de fazer é ler tudo que vejo pela frente”, completou Pedro Henrique.

Foto: Divulgação

Samuel Sócrates Sousa Sampaio, de 7 anos, aluno do 2°ano da Escola Municipal Virginia de Sousa Reis entrou no projeto com dificuldade de desenvolver a leitura, segundo a mãe do estudante, Geneiza Sampaio Ramalho Sousa. “O avanço do Samuel foi significativo. Além dele aprender, ele também demonstrou mais alegria para ir pra escola. É muito gratificante ver que nossos filhos gostam do ambiente escolar”, detalhou. “As professoras nos ensinaram a ler melhor e a melhorar a nossa escrita. Isso deixa a gente muito feliz de estudar”, contou Samuel.

Foto: Divulgação

“Os resultados mostram o quanto temos que celebrar um projeto como esse. É de suma importância para a vida escolar de cada criança participante, para crescer e desenvolver. Eles vão levar para a vida inteira. Estamos muito orgulhosos de vê-los avançando e tenho certeza que as famílias também. Essa é mais uma iniciativa que contribui com o avanço no processo de formação e educação de qualidade da nossa cidade”, enfatizou o vice-prefeito e secretário de Educação de Timóteo, José Vespasiano.

 

 

 

Destaques