Ipatinga

polícia

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Homem é preso acusado de torturar a ex-esposa em Ipatinga

    O crime teria acontecido na frente das filhas da mulher

    Por Plox

    22/06/2022 13h19 - Atualizado há 10 dias

    Nessa terça-feira (21), um homem de 35 anos foi preso acusado de torturar e agredir a ex-esposa, no bairro Vila Celeste, em Ipatinga, Minas Gerais. A mulher alegou ter sido agredida de 1h até às 7h, na frente das duas filhas.

    A vítima relatou aos policiais que durante a madrugada acordou com seu ex-marido a enforcando com as mãos e, ao tentar gritar para pedir socorro, ele passou a dar tapas em seu rosto, falando para que ela ficasse calada.

    Conforme a mulher, mesmo após as duas filhas da vítima acordarem assustadas e presenciarem a situação, o homem começou a bater nela e, após gritar por socorro, o homem começou a torturá-la, utilizando ferramentas e utensílios da casa, como facas, chave de fenda e até um pedaço de espelho quebrado.

    De acordo com a vítima, o ex-marido, enquanto lhe agredia com socos e tapas, pressionava os objetos contra seu corpo e dizia que iria matá-la. Em determinado momento, ele pegou uma faca e a golpeou na altura do tórax, porém, ela conseguiu colocar a mão na frente, se ferindo.

    Ainda segundo os relatos da mulher, o homem pegou uma tesoura e começou a cortar seu cabelo. a mulher também afirmou que durante a ação, com as filhas vendo a situação, o homem dizia que "era para elas verem e chorarem mesmo" e que iria cortar “a cabeça da mãe delas”.

    Consta no boletim de ocorrência que as agressões teriam ocorrido de 1h até por volta das 7h, quando o ex-marido cessou as agressões após a chegada de um outro indivíduo, que estava vigiando a parte externa da casa. Ele chamou o homem e disse que o dia estava claro e alguém tinha chamado a Polícia Militar. Após isso, o homem saiu do local, mas disse que “voltaria para terminar o serviço".

    A mulher também disse aos policiais que teria sido agredida e ameaçada pelo ex-marido outras vezes, porém, não representou contra ele por medo que ele viesse a cumprir as ameaças. Ela ainda falou aos policiais que desta vez iria representar contra ele.

    Os policiais iniciaram rastreamento para localizar o homem, que foi encontrado transitando pela rua Gaturamo. os policiais informaram que, ao tentarem abordá-lo, ele fugiu a pé, entrou em uma residência, mas foi alcançado e detido.

    Durante a fuga, o suspeito escorregou em uma escada, que estava molhada e se queixava de dores no pé. Ele também se queixava de dor no ouvido e dificuldade para escutar, sendo encaminhado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Ele ficou aos cuidados policiais, para ser encaminhado à Delegacia de Polícia Civil, após ser liberado da UPA.
     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2022[email protected]