Ipatinga

polícia

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Massagista é indiciado pela Polícia Civil por importunação sexual em BH

    Homem já foi condenado pelo mesmo crime em 2020

    Por Plox

    22/06/2022 18h08 - Atualizado há 13 dias

    A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) informou nesta quarta-feira (22) que indiciou um massagista, de 52 anos, por importunação sexual contra três mulheres, em Belo Horizonte-MG. As vítimas realizaram as denúncias em maio deste ano e, desde então, as investigações foram conduzidas pela Delegacia Especializada em Investigação à Violência Sexual.

    De acordo com a delegada responsável pelo caso, Cristiana Angelini, alguns fatos aconteceram em 2020, o que não impediu o indiciamento. “Mesmo com fatos acontecidos há dois anos, foi possível produzir provas suficientes para o indiciamento do suspeito. Importante lembrar que o crime de importunação sexual foi incluído no Código Penal em 2018, portanto, para fatos anteriores a 2018, aplica-se a lei de contravenção penal.”

    Foto: Divulgação PCMG

     

    Denúncia

    Uma das vítimas disse à Polícia Militar que conheceu Antônio Henrique da Silva, mais  conhecido como "Henrique Natureza”,  por meio das redes sociais. O homem ofereceu um pacote de serviços a influencer, no qual ela teria que divulgar o trabalho dele e em troca receberia o procedimento "pump", para  "levantar o bumbum".

    Durante a sessão, na clínica, o massagista teria passado as mãos nas partes íntimas da mulher, de maneira agressiva, e ao tentar repetir o ato, ela reclamou e ele parou. A influencer ainda disse que sentiu dores no local após o procedimento.

    Outra vítima relatou que o homem teria passado óleo exageradamente no corpo dela e durante a massagem introduziu o dedo em sua vagina. Ela disse que queria apenas a massagem na barriga, mas o massagista ofertou o “pump” de maneira gratuita.

    A advogada de defesa Thalita Arcanjo que representa cinco vítimas disse que em 2020 o massagista já havia sido condenado pela Justiça, em duas instâncias, pelo mesmo tipo de crime.

    Segundo a polícia, ele aguarda o andamento do processo em liberdade.
     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2022[email protected]