Operação policial no Rio resulta na morte de influenciador na Muzema

Jovem de 22 anos foi atingido durante tiroteio na Zona Oeste; comunidade enfrenta disputas entre criminosos

Por Plox

22/06/2024 15h03 - Atualizado há 25 dias

 

Na noite desta sexta-feira (21), Mateus da Silva Ferreira, influenciador digital de 22 anos, foi morto a tiros na comunidade da Muzema, Zona Oeste do Rio. Segundo relatos de moradores, Mateus foi atingido durante uma operação policial na região.

Foto: Redes sociais

Tiroteio e operação policial

De acordo com a Polícia Militar, a operação na Muzema foi conduzida pela Subsecretaria de Inteligência, que foi recebida a tiros por cerca de dez criminosos na área conhecida como Dona Dalva. Em resposta, o Bope foi acionado e encontrou quatro homens feridos, além de apreender três fuzis, granadas, munição e drogas. Os feridos foram levados para o Hospital Lourenço Jorge, onde dois deles, incluindo um foragido da Justiça, morreram.

Investigações em andamento

A Polícia Civil informou que investiga as mortes de Mateus e de outro homem. “Os policiais militares envolvidos na ação foram ouvidos e as armas apreendidas para a perícia. A investigação está em andamento para esclarecer a dinâmica dos fatos”, afirmou a corporação em nota.

Reações e protestos

Mateus Ferreira, conhecido nas redes sociais como Mateus Doido, tinha mais de 70 mil seguidores e compartilhava vídeos de suas manobras arriscadas de moto. Sua morte gerou grande comoção. Amigos lamentaram a perda, e sua namorada, que preferiu não se identificar, expressou sua dor: “Eu te amo tanto, a minha vida está destruída. Eu não desejo essa dor para ninguém”. Segundo ela, Mateus foi baleado quando desceu para buscar uma encomenda, momentos após estarem juntos.

Após a confirmação da morte, populares realizaram um protesto na região da Tijuquinha, onde um ônibus foi sequestrado e utilizado como barricada. O corpo de Mateus foi levado para o Instituto Médico Legal no Centro do Rio. Sua mãe, que vive na Paraíba, veio ao Rio de Janeiro para se despedir do filho.

Contexto da violência

A comunidade da Muzema vem enfrentando intensas disputas territoriais entre criminosos rivais nos últimos meses, resultando em frequentes tiroteios e operações policiais. Moradores relatam uma situação de insegurança constante na região.

Destaques