Ipatinga

polícia

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Homem é indiciado por gravar e divulgar sexo com mulheres no DF

    Conforme polícia, motoboy confessou ato e já havia sido processado pelo mesmo motivo no passado

    Por Plox

    22/07/2021 14h57 - Atualizado há 11 meses

    Um motoboy de 36 anos, suspeito de gravar e divulgar cenas de sexo com mulheres que ele encontrava via WhatsApp, sem o consentimento delas, foi indiciado pela Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam), no Distrito Federal, pelo crime de divulgação de pornografia. O homem confessou o ato.

    De acordo com a Polícia Civil, um mandado de busca e apreensão foi cumprido nesta quarta-feira (21) na casa do homem. Foram recolhidos um celular, um computador e um pendrive.

    Suposta postagem do homem em grupo de WhatsApp. Foto: reprodução/ redes sociais

     

    Testemunhas relataram à corporação que o suspeito compartilhava fotos e vídeos em um grupo com cerca de 50 pessoas.

    Além disso, o investigado fazia uma avaliação com a foto de cada mulher, com o intuito de ridicularizar as vítimas. Ele responderá por divulgação de cena de sexo ou pornografia.

    O motoboy confessou a prática e, conforme a polícia, já havia sido processado pelo mesmo crime em outra ocasião.

    Entre as vítimas, uma relatou à polícia que não sabia que ele estava registrando as cenas de sexo. Ela só descobriu quando foi procurada por um integrante do grupo de WhatsApp, que a alertou.

    Em outro caso, uma mulher contou que não teve relação com o homem, mas tirou fotos casuais com o mesmo. As imagens teriam sido enviadas com comentários maldosos sobre ela. Ela chegou a pedir que ele apagasse, o que foi negado.

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2022[email protected]