Galo perde para Grêmio e deixa escapar chance de encostar no G6

Time mineiro conseguiu marcar o gol de empate com Kardec, mas após checagem, o VAR anulou

Por Matheus Valadares

22/07/2023 23h01 - Atualizado há 11 meses

Jogando em Porto Alegre, o Atlético perdeu de 1x0 para o Grêmio na noite deste sábado  e segue sem vencer sob comando do Felipão. O gol solitário do Tricolor foi marcado por Ronald, de cabeça, aos 9 minutos da etapa inicial. Kardec chegou a deixar o placar empatado na reta final, mas por milímetos, o gol foi anulado pelo VAR. Os donos da casa assumiram a 2ª posição, enquanto os mineiros estão no 13º lugar.

O Grêmio começou o jogo buscando o resultado e aproveitando a força da torcida para conseguir dormir na vice-liderança do Brasileirão, e conseguiu sair na frente logo aos 9 minutos de jogo. Em cobrança de escanteio, o volante Ronald se abaixou para cabecear na pequena área e abrir o marcador.

O Tricolor continuou na pressão e 3 minutos após o gol conseguiu mais uma boca chance. Bitello recebeu dentro da área, e chutou com a perna esquerda, no entanto, Igor Rabelo se jogou na bola. O Grêmio continuou com a bola e tentou mais uma finalização, mas a defesa do Galo conseguiu afastar.

Com o passar do tempo, os mineiros conseguiram equilibrar a partida e evitou que os donos da casa continuassem a chegar com perigo. O Atlético conseguia manter a posse de bola, mas errava os passes no último terço do campo, não conseguindo levar perigo ao goleiro Gabriel Grando.

O jogo foi truncado na maior parte do tempo. Foto: Pedro Souza / Atlético.

 

Aos 31 minutos o Galo finalmente conseguiu uma bela trama pela esquerda, Pavón desvencilhou-se da marcação, invadiu a área,e bateu com a perna esquerda, mas a bola explodiu na defesa.

O lado esquerdo da defesa do Grêmio parecia ser o caminho ideal para as investidas dos mineiros, que chegaram novamente por este lado com Pavon, que cruzou na cabeça de Paulinho. Gandro defendeu sem dificuldades.

O Tricolor não conseguia chegar na intermediária do Atlético. Aos 46 minutos Gandro precisou fazer duas defesas importantes em sequência. Bataglia invadiu a área após boa triangulação e chutou para a defesa do goleiro. Na sequência, a bola continuou com os comandados de Felipão, e Pavón apareceu pelo lado esquerdo, chutou com o direito e obrigou Gandro a defender de mão trocada e evitar um golaço.

A primeira grande chegada no segundo tempo foi do Galo. Aos 6 minutos, Paulinho invadiu a área pelo lado esquerdo, driblou o marcador e chutou com a perna esquerda. A bola bateu na rede pelo lado de fora.

O Tricolor voltou a incomodar o Atlético somente aos 13 minutos so segundo tempo. Após boa jogada, Cristaldo recebe na área e finaliza, mas a bola sai fraquinha e Everson defende tranquilamente.

O alvinegro continuava melhor na partida e detinha a maior posse de bola. Pavón, o atacante que mais aparecia, recebeu bela bola enfiada por Hulk pelo lado esquerdo e cruzou forte no alto, mas Gandro evitou que Paulinho recebesse em condições de marcar. Foi a última participação do argentino, que saiu para a entrada do garoto Alisson.

O Galo finalmente chegou ao gol de empate. Kardec recebeu lindo lançamento e cabeceou para baixo, como manda o manual, sem chance para o Gabriel Grando. No entanto, após checagem milimétrica do VAR, o gol foi anulado.

Após a explosão de felicidade, veio a frustação. Foto: Pedro Souza / Atlético.

 

Os mineiros até tentaram continuar martelando e conseguir o gol de empate, mas pouco teve efetividade no ataque. Com mais uma derrota, Felipão continua sem vencer no comando do Galo.


 

Destaques