PM corrige informação e diz que sequestrador foi socorrido com vida em Belo Horizonte

Após 15 horas de negociações e de muitas ameaças de morte em cárcere privado, a ação dos especialistas da polícia encerrou a ação do criminoso

Por Plox

22/09/2022 10h52 - Atualizado há mais de 1 ano

Na manhã desta quinta-feira (22), o homem que estava mantendo uma criança de 7 anos e um jovem de 23, em cárcere privado, foi baleado por um sniper e resgatado com vida, mas em estado gravíssimo uma casa no bairro Parque São Pedro, na região Norte de Belo Horizonte. Leandro Melo, de 39 anos, sequestrou o enteado e exigia a presença da ex-mulher, afirmando que só sairia morto do local. Inicialmente a PM havia falado que ele foi morto na ação, mas posteriormente a informação foi corrigida pela própria polícia.

Após 15 horas de negociações e de muitas ameaças de morte em cárcere privado, a ação dos especialistas da polícia encerrou a ação do criminoso. De acordo com a porta-voz da PM de Minas Gerais, major Layla Brunella, em entrevista à imprensa local, ela afirmou que a criança está bem e já esteve com o pai.

(foto: PM/Reprodução)


"A criança está bem, calma, já teve contato com o pai. Está bem, está tranquila, mas como eu falei, é muito pequeno, não tem noção da gravidade. Não tenho como, de qual cômodo estavam, mas o maior também está bem. O emocional, o psicológico precisa ser trabalho, mas a parte física está tranquila", relatou a policial.

O sequestrador mantinha as vítimas sob domínio de uma arma de fogo e colocou como condição para liberar os mesmos só se a ex-mulher estivesse em sua presença, o que foi logo descartado pela PM. O indivíduo tem histórico de feminicídio, em 2008. Naquela ocasião, a vítima foi localizada sem roupas, enforcada e com um rato na boca.


 

Destaques