Idoso com infestação de larvas na boca morre em Minas Gerais

Milton José da Silva, residente em instituição de longa permanência, morre após complicações; suspeita recai sobre falta de higiene adequada

Por Plox

22/09/2023 12h43 - Atualizado há 7 meses

Milton José da Silva, um idoso de 69 anos que se tornou notícia após ter uma infestação de larvas em sua boca, faleceu em Lagoa da Prata, no Centro-Oeste de Minas Gerais. Milton residia no Lar São Vicente de Paula, uma Instituição de Longa Permanência, há cinco anos. Ele foi levado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) no dia 6 de setembro, após uma consulta odontológica revelar a condição preocupante.

 

(foto: Família/Arquivo pessoal)

Contexto médico e investigações

O idoso sofria de Parkinson e Alzheimer e fazia uso de uma sonda. A hipótese inicial é que as larvas podem ter surgido devido à má higienização. Um boletim de ocorrência foi registrado pela família no dia 6 de setembro por suspeita de maus-tratos. A Polícia Civil de Minas Gerais já instaurou um inquérito para apurar o caso. Milton estava internado no Hospital São Carlos de Lagoa da Prata, mas a causa exata de sua morte ainda não foi confirmada pela unidade hospitalar.

Posicionamento da instituição

O Lar São Vicente de Paula, onde Milton residia, é uma entidade filantrópica sem fins lucrativos. Em nota, a instituição afirmou que a causa da morte do idoso não está relacionada à infestação de larvas e que ele recebeu "todos os cuidados diários de higiene e assepsia". A entidade destacou seu histórico de atendimento a mais de mil pessoas nos últimos 70 anos e expressou surpresa com o ocorrido.

Destaques