Falta de sexo: consequências físicas e emocionais

Pesquisadora da USP destaca o impacto psicológico da ausência da prática sexual e a diferenciação para os assexuais

Por Plox

22/10/2023 11h57 - Atualizado há 7 meses

Diferentes circunstâncias podem levar alguém a não praticar sexo, sejam elas problemas de saúde, dificuldades em encontrar um parceiro ou situações pessoais adversas. Carmita Abdo, fundadora e coordenadora do Programa de Estudos em Sexualidade da Faculdade de Medicina da USP, em entrevista ao "Jornal da USP no Ar 1ª Edição", enfatiza que a ausência de atividade sexual pode levar a manifestações de sofrimento físico e psicológico, incluindo irritabilidade, depressão e queda da imunidade.

Freepik

Dentre as razões para essa ausência, ela cita desbalanços hormonais, doenças como diabetes e depressão, e relações conturbadas. Contudo, Abdo ressalta que há situações em que o sexo não ocorre mesmo sendo importante para o indivíduo.

Assexualidade: um olhar distinto

Abdo destaca a existência de pessoas assexuais, que possuem pouco ou nenhum interesse em atividades sexuais. Segundo ela, "quando não há desconforto ou sofrimento, não é um problema ou algo a ser corrigido. Essas pessoas não vão ter problemas físicos ou emocionais". Para alguns, a libido é redirecionada para outras paixões, como projetos ou trabalho.

Benefícios do sexo e a frequência ideal

A falta de sexo pode ter impactos mais significativos em pessoas jovens, para quem a média ideal de prática sexual seria mais de uma vez por semana. Comparativamente, idosos podem não ter problemas com a prática apenas uma vez a cada duas semanas. "O sexo traz benefícios se for satisfatório para ambos os lados", destaca Abdo, indicando que existem tratamentos para problemas sexuais, como a falta de desejo e a ejaculação precoce.

Sexualidade em tempos de pandemia

A pandemia trouxe mudanças na dinâmica da atividade sexual. Com restrições de contato, muitos optaram por práticas virtuais. Carmita Abdo observa que a natureza das relações sexuais sofreu alterações durante esse período, principalmente devido às precauções de distanciamento e aos cuidados com determinadas partes do corpo e secreções.

Destaques