Mulheres pretas de Timóteo se reúnem em encontro de vivência e empoderamento

O evento, idealizado pela gestora Maria Eni e contou com a participação de cerca de 50 mulheres

Por Plox

22/11/2023 06h40 - Atualizado há 5 meses

Na noite de segunda-feira, 20 de novembro, aconteceu o primeiro encontro de vivência de mulheres pretas de Timóteo, no auditório da Câmara de Timóteo. O evento, idealizado pela gestora Maria Eni e contou com a participação de cerca de 50 mulheres, que assistiram a diversos painéis sobre temas relevantes para a vida e a identidade das mulheres pretas.

Foto: Reprodução

O primeiro painel abordou liderança, mercado de trabalho e empreendedorismo, com a presença de quatro convidadas: Iramar Carvalho, analista de saúde e segurança; Vera Lúcia, administradora de empresa; Rosanna Borges Moura, assistente social e secretária de Assistência e Desenvolvimento Social de Timóteo; e Marjorie Rafaela, arquiteta e urbanista. As painelistas compartilharam suas trajetórias profissionais, os desafios e as conquistas que enfrentaram como mulheres pretas em suas áreas de atuação.

O segundo painel abordou sobre saúde mental e física da mulheres negras e foi ministrado pelas profissionais de Saúde, Renara Cristina e Berenice Sousa. "Precisamos ter mais espaços para discutir  este tema, você sabia que os piores indicadores de saúde estão relacionados à população negra", chamou a atenção a enfermeira Renara Cristina.

 

Foto: Reprodução

O ultimo painel tratou de moda e beleza para negras, cabelo afro e aceitação, com a participação de Vitória Rodrigues Ribeiro, cabeleireira e maquiadora, e Lauren Carvalho, modelo comercial e criadora de conteúdo de moda e estilo, Charlene Xavier cabelereira e Ana Carolina Miss Teen Vale do Aço 2023 . As convidadas deram dicas de cuidados com os cabelos crespos e cacheados, de maquiagem para valorizar a pele negra e de como expressar a personalidade e a autoestima através da moda.

O encontro também teve momentos de música, poesia e homenagens a Dona Nubia. A organização do evento contou com o apoio de Beatriz, Renara e Regiane, que fazem parte do projeto. O objetivo do movimento é promover a troca de experiências e vivências entre as mulheres pretas de Timóteo, fortalecendo a autoconfiança, o protagonismo e a sororidade.

Maria Eny agradeceu a presença de todas as participantes e convidadas, e disse que o encontro foi um sonho realizado. Ela também anunciou que o projeto terá continuidade com outros eventos e atividades voltados para as mulheres pretas da cidade. "Sonho que se sonha só é um sonho, sonho que se sonha juntos se torna um projeto", citou a organizadora, inspirada na frase do cantor Raul Seixas

Destaques