Sonda mais distante da Terra reestabelece contato após 5 meses

Falha em chip de computador de bordo interrompe transmissão de dados por cinco meses, desafiando engenheiros da Nasa

Por Plox

23/04/2024 14h15 - Atualizado há cerca de 2 meses

A sonda Voyager 1, após cinco meses de um misterioso silêncio, retomou a comunicação com a Nasa. Localizada a mais de 24 bilhões de quilômetros de distância da Terra, a sonda é o objeto mais distante já enviado pelo homem ao espaço. Lançada há 46 anos, a Voyager 1 tem sido uma peça fundamental na exploração do espaço interestelar.

Assista o vídeo: 

 

O último contato significativo com a sonda ocorreu em novembro de 2023, quando a equipe de controle perdeu a capacidade de receber dados científicos. Apesar de a sonda continuar recebendo e respondendo a comandos enviados da Terra, não enviava de volta as informações essenciais. Esse cenário levou a um esforço intensivo dos engenheiros da agência para diagnosticar o problema.

A investigação revelou que a interrupção das comunicações foi causada por uma falha em um chip específico dentro de um dos três computadores de bordo da sonda. Este chip é crucial para o processamento e empacotamento dos dados antes de serem enviados à Terra. Sem sua funcionalidade, a sonda estava incapaz de completar essa tarefa essencial.

Após meses de análises e testes, uma correção foi implementada em 18 de abril, e a eficácia da solução foi confirmada no dia 22 de abril, quando a Voyager 1 voltou a enviar dados para a Terra. Este sucesso não apenas resolveu o problema técnico enfrentado, mas também demonstrou a capacidade de solucionar falhas complexas em equipamentos localizados a distâncias quase incomensuráveis.

A comunidade científica global agora aguarda com expectativa a análise dos dados recém-recebidos, que prometem expandir ainda mais nosso conhecimento do universo.

 

Destaques