Padre Fábio reclama de banco em rede social e vira alvo de 'disputas'

23/05/2019 11:21

Diversos bancos começaram a escrever mensagens para ele, com o objetivo de captar o ilustre possível cliente

Publicidade

O padre mais famoso do Brasil, Fábio de Melo, está em meio a uma ‘disputa’. É que depois que o religioso postou em suas redes sociais reclamações voltadas ao Bradesco anteontem, 21 de maio, diversos bancos começaram a escrever mensagens para ele, com o objetivo de captar o ilustre possível cliente. 

Padre Fábio- Foto: Rede Social

Padre Fábio de Melo foi disputado após reclamação de banco- Foto: Rede Social

No post, ele criticou, mas finalizou com uma brincadeira: “Estou há um mês com um cartão de crédito do @Bradesco bloqueado. Julgaram suspeito o estabelecimento da compra, uma loja de um shopping. Acabo de ser recomendado pela gerente a ter paciência. Conselho amoroso”. Seguidores brincaram com o padre, em resposta à postagem. 

Um fã indicou os serviços da startup brasileira Nubank, que atua no segmento de serviços financeiros. Disse o rapaz: “Padre, lhe indico o cartão de crédito da @nubank é simplesmente incrível”. O religioso se mostrou interessado: “Como faço para tê-los?”. A própria Nubank entrou na conversa e sugeriu, de maneira bem-humorada: “Padre Fábio cheio de graça, venha conosco, bendita a hora que o antagonista te pediu paciência, e os clientes a nosso favor te orientaram. Seja bem-vindo à nossa família, olha a DM (mensagem direta)”.


Na sequência, inúmeras instituições financeiras entraram no páreo e até serviço de cartão de crédito foi oferecido, como fez a Mélliuz: “Padre Fábio de Méliuz, mil bancos te oferecerão cartão sem tarifas, 10 mil te oferecerão cartão com pontos, mas tu não serás atingido. Só o Méliuz te dá um cartão sem mensalidade e com dinheiro de volta de verdade na sua conta. Vem pro #CartãoMéliuz”, brincou a empresa de cupons de desconto em lojas virtuais. 

Resposta do Bradesco

O banco reclamado pelo padre respondeu. “Oi Padre. Pra gente conseguir te ajudar, preciso de alguns dados seus. Me envie seu telefone com DDD via DM”, dizia a mensagem do Bradesco, que posteriormente, brincou: “O De conselho amoroso eu não sei, Padre. Mas de cartão de crédito, o Claudson Clebson entende. Vem pra cá, juntos e shallow now”, respondeu, numa referência à música recente de Paula Fernandes. Diversas companhias entraram em contato com o padre pelo post: Banco Inter, Sicoob, Banco do Brasil, Santander, Banco BS2, Itaú, Digio, e até mesmo empresas de compras coletivas e de produtos para cabelos.

Atualizada às 14h38


 



Publicidade