Ipatinga

esportes

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Dia do Atleta Olímpico: PLOX conta a história de Lucimar Moura, medalha de bronze em Pequim-2008

    Timotense recebeu a medalha anos depois dos jogos olímpicos, após desclassificação da Rússia por doping

    Por Marcelo Augusto

    23/06/2021 16h19 - Atualizado há cerca de 1 ano

    Medalha de bronze em Pequim-2008 e prata nos jogos Pan-Americanos de Winnipeg-99,  Lucimar Aparecida de Moura, natural de Timóteo, em Minas Gerais, é a homenageada do PLOX no Dia do Atleta Olímpico, comemorado nesta quarta-feira (23). Especialista em provas de velocidade, a brasileira já foi detentora de recordes sul-americanos nas corridas de 100 metros, 200 e revezamento 4x100.

    A atleta brasileira conta que se interessou pelo esporte nas aulas de educação física da escola onde estudava. “Sempre antes das aulas tinha o aquecimento. Para isso, a gente tinha que correr e eu passei a gostar disso e em pouco tempo já estava disputando competições fora do país e vencendo”.

    Veja o vídeo:

     

    Lucimar é a primeira atleta da Usipa a conquistar uma medalha olímpica. No entanto, a história dessa conquista é cheia de drama. Ela conta que, ao lado de Rosemar Coelho Neto, Thaissa Presti e Rosangela Santos, fez a melhor prova de sua vida conquistando, naquela ocasião, o quarto lugar no revezamento 4x100, com o tempo de 43s14, ficando apenas 0,10 segundos do bronze olímpico.

    Foto: Marcelo Augusto / PLOX

     

    Foto: Marcelo Augusto / PLOX

     

    Contudo, a medalha viria anos depois. Em 2016, o Comitê Olímpico Internacional retirou o ouro da equipe da Rússia, após atletas terem sido flagradas no exame antidoping. Com isso, o time brasileiro passou a ser o vencedor da medalha de bronze. “Foi uma emoção muito grande. Eu estava com minha filha, assistindo o atletismo na Rio-2016, quando deram a notícia na televisão e ela me perguntou: ‘mãe, como você pode ganhar a medalha se está aqui?’ Aí eu disse: ‘é uma longa história’”, contou emocionada.

    Foto: Marcelo Augusto / PLOX

     

    A carreira de Lucimar, sem dúvida, foi uma carreira vitoriosa. Em um dado período, a timotense chegou a estar entre as 12 melhores mulheres do ranking mundial, na prova de 100m rasos. Em 2013, aos 36 anos, ela se aposentou do atletismo após a gravidez da filha. 

    Foto: Marcelo Augusto / PLOX

     

    Durante a entrevista, Lucimar agradeceu o apoio de todos que teve em sua jornada como atleta, desde a primeira treinadora até o fim do ciclo esportivo. Contudo, nem tudo seria possível se ela não tivesse acreditado em si mesma e focado no que queria. “Sou grata a todos os meus treinadores. Gente, se vocês têm um sonho não desistam. Lute e corra atrás”, finalizou a primeira atleta olímpica, medalhista, da cidade de Timóteo-MG.


     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2022[email protected]