Ipatinga

lazer

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Salão do Livro Vale do Aço alcança 17 mil pessoas em cinco dias de evento

    Evento literário patrocinado pela Usiminas, movimentou o Centro Cultural Usiminas e escolas da região com mais de 70 atrações culturais

    Por Plox

    23/06/2022 15h46 - Atualizado há 6 dias

    Amantes da literatura, educadores, estudantes, artistas e escritores tornaram a volta presencial do Salão do Livro Vale do Aço um marco na história do maior evento literário de Minas Gerais. Depois do hiato de dois anos, em função da pandemia, o evento foi promovido em Ipatinga, de 7 a 12 de junho, levando cerca 17 mil pessoas a participarem das mais de 70 atividades promovidas no Centro Cultural Usiminas e em, aproximadamente, 50 escolas do Vale do Aço. 

    Foto: Divulgação

     

    Espetáculos teatrais, shows, oficinas, contação de histórias, lançamentos de livros, visita à tradicional feira de livros, com editoras de todo o estado de Minas Gerais, programação itinerante, além do lançamento da exposição “Se Criança Governasse o Mundo”, de Marcelo Xavier, movimentaram esta edição. A iniciativa é viabilizada com o patrocínio da Usiminas, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, pelo Instituto Usiminas, com a produção executiva da Base Projetos Especiais. 

    “Uma verdadeira festa da literatura. Essa é a minha percepção do que foi a 13ª edição do Salão do Livro. Fizemos uma das mais significativas edições em toda história desse evento que é tão importante para o segmento cultural e literário. Tenho recebido diversos relatos valiosos sobre as atrações. Só tenho a agradecer a todos pela participação, engajamento e por tornarem o Salão do Livro Vale do Aço cada vez mais vivo”, reafirmou a idealizadora do evento Cibele Teixeira. 

    Feira literária 

    A tradicional Feira de Livros do Salão do Livro Vale do Aço reuniu as principais editoras e distribuidoras de Minas Gerais, disponibilizando uma variedade de títulos literários, que vão desde os clássicos da literatura passando por obras contemporâneas até lançamentos de escritores locais. Nos cinco dias de evento, o Salão do Livro Vale do Aço abriu espaço também para que cerca de 40 escritores do Vale do Aço lançassem e vendessem suas obras para os visitantes da Feira de Livros. 

    Foto: Divulgação

     

    Em 2022, a movimentação da Feira de Livros contou com o apoio literário de parceiros da região para a compra de vale-livros nos valores de R$30,00 e de R$35,00. Os vale foram doados para as escolas visitantes, sorteados na feira e distribuídos pelos apoiadores: Usiminas, o Colégio São Francisco Xavier, a Arcon, Cartão de Todos, Instituto Lumar e Prefeitura de Timóteo. Os expositores da Feira venderam aproximadamente R$30 mil, o correspondente a 1 mil títulos, por meio dos vale-livros. 

    Quem visitou a Feira de Livros, certamente assistiu a contação de histórias da Professora Kakau, que participa do Salão do Livro desde a 1ª edição do Salão do Livro Vale do Aço, quando fez uma oficina de formação de contadores de histórias, ofertada pelo evento. “Sou apaixonada pelo Salão, celebrei muito nessa volta presencial. Faço de tudo para que cada criança, adulto, idoso volte para casa transformado pela arte e pela literatura, como eu sou tocada a cada edição do evento”, declarou Kakau. 

    Paz nas escolas 

    Por um ambiente escolar com convivência solidária entre os alunos e professores, a programação itinerante do 13º Salão do Livro Vale do Aço levou oficinas e atividades com o tema Paz nas Escolas. Os convidados trabalharam a educação sistêmica, sob a coordenação da educadora, designer e curadora do evento, Zaira Bernardes. Ao mesmo tempo, o palestrante motivacional Rafa Mattos percorreu outras escolas com oficinas de graffiti propondo reflexões sobre comportamento, respeito, gentileza, união, bem-estar, harmonia e amizade, sempre pelo viés das artes e da literatura. 

    “Por meio de jogos, de forma muito criativa e dinamismo, a equipe do Salão do Livro trouxe jogos e abordaram temas delicados com muita alegria. Nossos alunos participaram ativamente e estão encantados, com brilho no olhar. Nossa escola está de portas abertas para vocês. Só temos a agradecer”, declarou a vice-diretora da Escola Estadual Zacarias Roque, de Coronel Fabriciano, Geane Arthuso, sobre a oficina “Brincadeira é coisa séria”, ministrada pela educadora Irza Andrade. 

    As atividades itinerantes foram realizadas em escolas de Ipatinga, Timóteo, Coronel Fabriciano, Antônio Dias, Santana do Paraíso e Joanésia. 

    Se criança governasse o mundo 

    Lançada durante o 13º Salão do Livro Vale do Aço, a exposição “Se Criança Governasse o Mundo”, do artista plástico de Marcelo Xavier, segue em cartaz na Galeria do Centro Cultural Usiminas até o dia 30 de julho. A exposição foi concebida a partir do livro homônimo do artista, que utiliza a arte da modelagem em massinha para suas ilustrações tridimensionais, que são uma marca registrada e premiada do seu trabalho voltado para o público infantil. Visitação gratuita de terça a sábado, das 12h às 20h.


     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2022[email protected]