Entrevista especial #2: os impactos da pandemia nas escolas

23/07/2020 17:02

Durante a semana, o Plox trará entrevistas mostrando as dificuldades das pessoas durante a pandemia e como estão estão se reinventando

O Plox preparou uma série de entrevistas, onde temas relacionados aos impactos da pandemia nos setores da sociedade, tem influenciado a vida das pessoas.

Nesta segunda entrevista, o tema envolve as escolas e a educação. Há mais ou menos quatro meses as aulas foram suspensas e desde então, as instituições de ensino e o próprio Estado, tiveram que colocar em prática métodos não presenciais para que o ano letivo não fosse prejudicado.

Em conversa com o professor e mestre, Ailton Raimundo de Almeida, de 58 anos, o maior desafio até agora na pandemia foi aliar o repasse do conhecimento a distância em que estão os alunos, cada um na sua casa. “O grande desafio foi trazer a sala de aula para o virtual. Alguns professores acabam tendo um pouco mais de dificuldades, mas todos nós tivemos que nos adaptar a esse novo modelo”, disse.

ailtonFoto: Plox
 

Ailton conta que o período de adaptação foi curto e logo tiveram que gravar vídeo-aulas e posteriormente lives com a participação dos alunos. 

Veja o vídeo:

Pensando a longo prazo, o professor acredita que as pessoas não serão mais as mesmas no período pós-pandemia. “Após essa pandemia, nós nunca mais seremos os mesmos. Tanto os estudantes quanto nós professores. A questão da educação a distância, ela já vinha sendo uma realidade há algum tempo e nós tivemos, de um momento para o outro, passar a utilizar somente essa modalidade. Eu acredito que quando nós voltarmos, as práticas serão diferentes e os alunos aprenderão uma forma diferente de aprender”, finalizou.

Próxima entrevista

Nesta sexta-feira (24), nossa conversa é com o cantor, Igor Figueiredo, que falará sobre a impossibilidade dos artistas trabalharem nesta pandemia, além da inovação das lives nas redes sociais, onde vários cantores passaram a aderir o recurso para levar entretenimento às pessoas.