Ipatinga

política

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Romeu Zema cumpre agenda em Governador Valadares

    O governador do estado acompanhou o retorno presencial às aulas em uma escola estadual

    Por Plox

    23/09/2021 14h36 - Atualizado há 8 meses

    Na manhã desta quinta-feira (23), o governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), cumpriu agenda na cidade de Governador Valadares. Zema irá participar de vários compromissos nas cidades do entorno do Vale do Rio Doce, como Divino das Laranjeiras e Mantena, nesta sexta-feira (24).

    O governador chegou pela manhã no aeroporto de Valadares e por volta de 8h30 acompanhou a volta às aulas presenciais na Escola Estadual Abílio Rodrigues Patto, no bairro Esperança. O próximo compromisso foi a inauguração da subestação de energia elétrica do programa Mais Energia, da Cemig.

    Romeu Zema chegando em Governador Valadares. (Foto: reprodução)

     

    No período da tarde, Romeu Zema vai participar de um encontro com prefeitos da microrregião Leste, onde deverá ouvir e discutir demandas para a região. Já na sexta, em Mantena, Zema vai acompanhar, pela manhã, o retorno das aulas em uma escola estadual, no bairro Vila Nova. Ele também participará de uma solenidade em uma praça do mesmo bairro para anunciar recursos para a saúde.

    Falta de energia elétrica

    O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), durante o evento de abertura ao processo de tombamento histórico dos Lagos de Furnas e Peixoto, na região Centro-Oeste do estado, comentou sobre a crise energética que algumas regiões vivem. Segundo ele, a qualquer momento essas regiões podem ficar sem energia.

    “Nós estamos vivendo um momento de escassez de chuvas, consequentemente uma crise hídrica que está desdobrando para se tornar uma crise energética. Tenho acompanhado muito de perto a situação, a qualquer momento nós corremos risco de ter algumas regiões desabastecidas por energia elétrica. Nosso sistema está operando no limite, apesar de todas as usinas termoelétricas estarem funcionando”, declarou Zema.

    Foto: Marco Evangelista / Imprensa MG

     

    A fala do chefe de estado aconteceu após o Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam) admitir o racionamento de água no estado. Zema ainda explicou que esse problema não será resolvido de forma rápida e que deveria ter sido resolvido há 20 anos.

     

    “É um problema que se resolve de hoje para o ano que vem? Não. É um problema que deveria ter sido resolvido há 10, 15, 20 anos atrás. Temos visto nos noticiários os reservatórios de Belo Monte e Santo Antônio produzirem apenas 3, 4% da capacidade porque quando foram construídos não foi permitida a construção de um lago, então hoje nós temos termoelétricas altamente poluidoras, caras e que penalizam o consumidor”, afirmou o governador.

    Zema explicou que já tentou, por várias vezes, resolver o problema em Brasília, mas até o momento não obteve sucesso. Segundo ele, a solução para o problema hídrico e elétrico em Minas depende de planejamento e um pouco de chuva.


     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2022[email protected]