Bolsonaro e Putin acertam soltura de brasileiro preso na Rússia, diz revista

Robson foi preso por tentar entrar na Rússia com medicamentos contendo substâncias ilegais para o sogro do jogador Fernando

Por Plox

23/11/2020 11h16 - Atualizado há 2 meses

Os presidentes Jair Bolsonaro e Vladimir Putin, da Rússia, acertaram a libertação do motorista Robson, que estava preso no país europeu há cerca de um ano e oito meses, acusado de tráfico internacional de drogas, por entrar no país com remédios ilegais A informação foi pela Revista Época divulgada.

Robson está preso na Unidade Penal de Kashira, na Rússia. Ele era motorista do volante Fernando, que jogava no Spartak Moscou (RUS) na época, e entrou no país com remédios ilegais para o sogro do jogador. Robson firmou que não tinha conhecimento da ilegalidade dos medicamentos.

 

Robson está preso desde fevereiro de 2019. Foto: reprodução/TV

Segundo a revista, Bolsonaro invejou uma carta no último mês pedindo a soltura do motorista e Putin sinalizou com uma saída. Na carta, o presidente brasileiro argumentou que Robson entrou nessa situação por desconhecimento total da regra local.

Ainda segundo o documento, Robson foi levado pessoalmente a Moscou, pelo presidente da Comissão de Relações Exteriores do Senado, Nelsinho Trad, e pela secretária de Negociações Bilaterais na Ásia Pacífico e Rússia do Ministério das Relações Exteriores, Márcia Donner Abreu.

No mês passado, Jair Bolsonaro anunciou que o Governo Federal iria tentar dialogar com o governo da Rússia, para chegar num consenso em relação ao brasileiro Robson Oliveira. A defesa de Robson, quando Robson foi embarcado, a família do jogador pediu para que ele entregasse leva um medicamento para o sogro do atleta. Quando chegou ao país, Robson foi preso acusado de tráfico internacional de drogas por ter entrado com duas caixas de remédios que continham cloridrato de metadona, substância proibida em território russo.

O motorista foi preso e a defesa do motorista alega que a família de Fernando e nem o jogador, em momento algum, assumiram o pedido de transporte do remédio e nem teria ajudado ele.

Fernando e nenhum familiar do atleta se posicionaram em relação a situação.
 

PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021