Casos de embriaguez ao volante em Ipatinga registram queda, aponta pesquisa

Estatísticas indicam queda em infrações

Por Plox

23/12/2023 08h03 - Atualizado há 6 meses

Um estudo recente do 12º Departamento de Polícia de Ipatinga revelou uma redução significativa nos casos de embriaguez ao volante na região. Nos últimos quatro anos, 2.050 pessoas foram indiciadas na área da regional de Ipatinga por esse delito. O levantamento abrange o período de 2020 a 2023 e inclui as regionais de Caratinga, Itabira, João Monlevade, Ponte Nova e Manhuaçu.

No total, 5.616 pessoas foram indiciadas por embriaguez ao volante em toda a região durante o período mencionado. Esses números representam uma queda de quase 10%, atribuída à intensificação das operações de blitz pela Polícia Militar e Rodoviária Federal, campanhas de conscientização e à agilidade na conclusão dos inquéritos pela Polícia Civil. De acordo com o Delegado Gilmaro Alves Ferreira, chefe do Departamento, esses esforços são cruciais para a redução dos índices.

Os dados também mostram uma tendência decrescente anualmente. Em 2021, foram registrados 1.494 casos, diminuindo para 1.446 em 2022 e 1.305 em 2023, considerando toda a área do Departamento. Entre as regionais, Caratinga se destacou com a maior queda, apresentando 243 casos em 2021, 261 em 2022 e 165 em 2023, o que representa uma redução de 37%. Outras regionais, como Ponte Nova, João Monlevade e Itabira, também registraram declínios notáveis nos casos.

Foto: Divulgação/PCMG

Entretanto, as regionais de Manhuaçu e Ipatinga apresentaram um panorama diferente. Em Manhuaçu, 2023 foi o ano com mais registros de embriaguez ao volante dos últimos quatro anos, com um total de 274 casos, contra 202 em 2020, 224 em 2021 e 202 em 2022. Já Ipatinga mostrou uma leve estabilidade, com 482 casos em 2023 comparados a 478 em 2022. Apesar disso, esses números ainda indicam uma redução significativa em comparação a 2021.

Destaques