Desempenho esportivo do Brasil em 2023: 20 medalhas em campeonatos mundiais

Ginástica artística lidera conquistas brasileiras; foco se volta para os Jogos Olímpicos de Paris em 2024

Por Plox

23/12/2023 09h15 - Atualizado há 6 meses

Em 2023, o Brasil destacou-se no cenário esportivo internacional, conquistando 20 medalhas em torneios mundiais de esportes olímpicos. A ginástica artística foi o carro-chefe das conquistas, com Rebeca Andrade contribuindo significativamente para este sucesso.

 

Foto: Ricardo Bufolin/CBG/Divulgação

Ginástica Artística: A Estrela Brasileira

Rebeca Andrade emergiu como uma das principais figuras para os Jogos Olímpicos de Paris 2024. Ela brilhou no Mundial, conquistando uma medalha de prata na disputa por equipes e sendo coroada com o ouro nos saltos. Suas performances incluíram também prata no individual geral e solo, e bronze na trave. O atleta Flávio Saraiva adicionou ao quadro de medalhas um bronze no solo.

Paulo Wanderley, Presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, ressaltou o momento positivo do esporte olímpico brasileiro: "2023 foi mais um ano positivo. As conquistas em campeonatos mundiais refletem a qualidade do trabalho em conjunto desenvolvido pelo Comitê Olímpico do Brasil e as confederações. Entramos agora no último ano deste ciclo olímpico otimistas e motivados para um grande desempenho de nossos atletas em Paris 2024".

Outros Destaques e Otimismo para Paris 2024

Além da ginástica, o Brasil brilhou em outras modalidades. Beatriz Ferreira no boxe, Filipe Toledo no surfe, e Rayssa Leal no skate street conquistaram ouros. Rayssa, conhecida como Fadinha, também arrecadou uma medalha de prata.

O skate park confirmou mais três pódios com Luigi Cini e Augusto Akio conquistando pratas e Pedro Barros um bronze. Ney Wilson, diretor de Alto Rendimento do COB, destacou: "Nesse ciclo olímpico mais curto da história, tivemos a confirmação do bom momento de alguns de nossos principais nomes, novas modalidades se destacando e jovens atletas com um futuro promissor pela frente despontando."

Marcus D'Almeida também se sobressaiu, conquistando o bronze no Mundial de Tiro com arco e terminando o ano na liderança do ranking mundial do recurvo.

Medalhas do Brasil em 2023

  • Ouro: Beatriz Ferreira (boxe), Filipe Toledo (surfe), Rayssa Leal (skate street), Rebeca Andrade (ginástica artística - saltos).
  • Prata: Ana Patrícia e Duda (vôlei de praia), Augusto Akio (skate park), equipe feminina (ginástica artística), Luigi Cini (skate park), Rayssa Leal (skate street), Rebeca Andrade (ginástica artística - individual geral e solo).
  • Bronze: Beatriz Souza (judô), Caio Bonfim (atletismo - marcha atlética), Flávia Saraiva (ginástica artística - solo), Maria Clara Pacheco (taekwondo), Marcus D´Almeida (tiro com arco), Pedro Barros (skate park), Rafael Silva (judô), Rebeca Andrade (ginástica artística - trave), Wanderson Oliveira (boxe).

A expectativa agora se volta para os Jogos Olímpicos de Paris 2024, onde o Brasil espera continuar seu sucesso nos esportes olímpicos.

 

Destaques