Norte-americana com rara condição de dois úteros dá à luz gêmeas em dias distintos

Kelsey Hatcher anuncia nascimento de gêmeas, uma em cada útero, com partos separados por um dia

Por Plox

23/12/2023 10h29 - Atualizado há 6 meses

Uma mulher de 32 anos nos Estados Unidos, nascida com a rara condição médica de dois úteros, celebrou o nascimento de suas filhas gêmeas, cada uma nascida em um dia diferente. Kelsey Hatcher, a mãe, anunciou na sexta-feira (22/12) que suas "bebês milagrosas" nasceram, com um parto notavelmente singular.

Foto: Instagram/@doubleuhatchlings/Reprodução

Roxi Layla, a primeira das gêmeas, chegou ao mundo na terça-feira às 19h49, seguida por sua irmã, Rebel Laken, que nasceu na quarta-feira às 6h09. As gêmeas, cujo parto foi inicialmente previsto para o Natal, surpreenderam ao nascerem mais cedo, permitindo que a família celebrasse as festas de fim de ano juntas. A condição de Kelsey, conhecida como útero didelfo, afeta apenas 0,3% das mulheres e foi descoberta quando ela tinha 17 anos.

Durante uma ultrassonografia de rotina aos oito meses de gravidez, Kelsey, que já é mãe de três outras crianças, soube que estava esperando gêmeas, com um feto em cada um de seus úteros. A gravidez em dois úteros é extremamente rara, conforme explicado por Shweta Patel, obstetra e ginecologista que acompanhou o caso no Centro de Atendimento às Mulheres da Universidade do Alabama em Birmingham, Estados Unidos.

Kelsey compartilhou que foi informada sobre a raridade de sua gravidez, com probabilidades de uma em 50 milhões. O último caso conhecido semelhante ao dela, sem recorrer à fertilização assistida, ocorreu em Bangladesh em 2019, onde uma mulher teve gêmeos nascidos com 26 dias de diferença. A história completa do parto de Kelsey será compartilhada em breve em sua conta do Instagram, "doubleuhatchlings", um trocadilho com seu sobrenome e a situação de dupla gravidez.
 

Destaques