Câmera de segurança flagra universitária antes de morrer no lago Paranoá

24/04/2019 11:03

Pelas imagens, é possível ver a jovem chegando ao espelho d’água com um rapaz

Publicidade

Um vídeo captado pelas câmeras de segurança do Grupamento dos Fuzileiros Navais, registrou imagens de Natália Ribeiro dos Santos Costa, 19 anos, pouco antes de morrer afogada no lago Paranoá, em Brasília, no dia 31 de março.

Natália dos Santos- Foto: Instagram/Reprodução

Natália morreu no dia 31 de março e até o momento, o caso ainda é um mistério- Foto: Instagram/Reprodução

 

Pelas imagens (vídeo abaixo), é possível ver a jovem chegando ao espelho d’água com um rapaz da mesma idade, morador da Asa Norte. Os dois estavam às margens do rio, onde, aparentemente discutem. Na sequência, a universitária entra no espelho d’água e puxa o rapaz pela mão, o que é negado por ele, que em seguida entra no lago.

O casal vai andando para a parte mais funda, até ficarem com água até o pescoço. Na sequência, o rapaz sai, olha para onde estava Natália, se senta na grama e retorna ao espelho d’água, por duas vezes. Após certo tempo ele retorna para o churrasco em um barco. O laudo do Instituto de Medicina Legal (IML) apontou que as marcas no corpo de Natália aconteceram depois de sua morte, quando ela estava dentro do lago.

 

Em busca de explicações

A família da universitária pretende fazer uma manifestação na frente da 5ª Delegacia de Polícia, para cobrar explicações sobre o que chamam de “perguntas sem respostas” sobre o caso. Uma investigação deverá ser solicitada pela defesa da família, pedindo a reconstituição do crime. O Ministério Público deve ser procurado pela defensora.

Atualizada às 13h13

 

 



Publicidade