Supremacista branco que matou negro será executado nesta quarta-feira

24/04/2019 12:32

Na ocasião, John William e outros dois homens acorrentaram e arrastaram a vítima na carroceria de uma caminhonete

Publicidade

Um homem de 44 anos receberá uma injeção letal nesta quarta-feira, 24 de abril, no estado do Texas, Estados Unidos. John William King é um supremacista branco, que foi condenado pelo assassinato de James Byrd, um homem negro, em junho de 1998. Na ocasião, John William e outros dois homens acorrentaram e arrastaram a vítima na carroceria de uma caminhonete.

O condenado será executado na penitenciária de Huntsville. No julgamento, John William alegou que os três consumiram bebida alcoólica, deram carona para a vítima e foram para uma área afastada. Lá o trio o agrediu de maneira brutal e o prenderam na parte de trás da caminhonete em que dirigiam.

foto: PAUL BUCK / AFP)

John William King de 44 anos (roupa escura) foi condenado à morte- Foto: Paul Buck/ AFP

 

A vítima ainda estava com vida ao ser arrastada pelos supremacistas por cerca de três quilômetros. No Instituto Médico Legal, os legistas disseram que ele passou por grande sofrimento, sendo decapitado quando bateu em um tubo de concreto.

Os assassinos ainda desmembraram o corpo de James Byrd e o depositaram na frente de uma igreja frequentada pela comunidade negra na cidade de Jasper, também no Texas.

Um dos condenados pelo crime, Lawrence Brewer, foi executado em 2011. Já Shawn Berry, que também participou do assassinato, está em prisão perpétua por ter colaborado com os investigadores.

Atualizada às 16h07



Publicidade