PF chamará duas vezes mais aprovados que previsto em concurso do órgão

24/05/2019 12:58

Publicidade

A Polícia Federal nomeará 1047 aprovados em concurso público do órgão realizado em junho de 2018. Os números representam mais do que o dobro das oportunidades estimadas no edital lançado no ano passado. O governo autorizou a nomeação, conforme decreto desta sexta-feira, 24 de maio, no Diário Oficial da União (DOU). Segundo o informe, serão 500 aprovados e classificados dentro do quantitativo de vagas originalmente previsto para pronto provimento e 547 aprovados e não classificados dentro do quantitativo de vagas originalmente previsto no edital.

Agenda da PF em Três Cachoeiras — Foto: Polícia Federal/divulgação

Foto: Polícia Federal/Divulgação

Os que forem chamados atuarão no Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins e em unidades de fronteira. Os agentes, escrivães e papiloscopistas terão uma remuneração de R$ 11.983,26, já os peritos criminais e delegados receberão R$ 22.672,48. 

As vagas a mais do que as previstas no edital são de: Delegado de Polícia Federal (169); Perito Criminal Federal - Área 1 (7); Perito Criminal Federal - Área 2 (6); Perito Criminal Federal - Área 3 (30); Perito Criminal Federal - Área 4 (3); Perito Criminal Federal - Área 5 (3); Perito Criminal Federal - Área 6 (6); Perito Criminal Federal - Área 9 (2); Perito Criminal Federal - Área 12 (3); Perito Criminal Federal - Área 14 (4); Agente de Polícia Federal (229);  Escrivão de Polícia Federal (68); Papiloscopista Policial Federal (17). A condição para o preenchimento das funções é que na data da nomeação haja vagas, além da declaração do ordenador de despesa sobre a adequação orçamentária e financeira da nova despesa com a Lei Orçamentária Anual e a sua compatibilidade com a Lei de Diretrizes Orçamentárias. 

Atualizada às 15h16



Publicidade