Ipatinga

política

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Bolsonaro pede população que tome "banho frio" para economizar energia

    O governo irá ainda beneficiar quem reduzir o consumo de energia. O bônus será destinado a quem economizar no mínimo 10% de energia entre os meses de setembro e dezembro

    Por Plox

    24/09/2021 23h08 - Atualizado há cerca de 1 mês

    Durante sua live de quinta-feira (23), o presidente Jair Bolsonaro fez um pedido à população brasileira para que economizem energia elétrica. A fala foi transmitida em suas redes sociais, em que ele pede banho frio e que o ar-condicionado seja desligado como medidas para minimizar a crise vivenciada no país.
    Para amenizar essa crise, o governo busca alternativas como: o acionamento de usinas termelétricas, a importação de energia de países vizinhos, medidas para possibilitar um maior armazenamento nos reservatórios e a criação de um bônus para quem economizar energia.

    Veja o vídeo:


    O presidente Jair Bolsonaro, durante a transmissão nas redes sociais, solicitou à população medidas que ajudem a reduzir o consumo elétrico do país: diminuir a quantidade de luzes ligadas, tomar banho frio, se possível, evitar usar elevadores e aparelhos de ar-condicionado ou pelo menos aumentar a temperatura. 
    Segundo Bolsonaro, a fonte alternativa de energia tem alto custo, também por isso, faz se necessário a redução do consumo elétrico. Ele afirmou que espera muita chuva nos próximos meses para evitar problemas no país.

    Foto: Agência Brasil

    O governo irá ainda beneficiar quem reduzir o consumo de energia. O bônus será destinado a quem economizar no mínimo 10% de energia entre os meses de setembro e dezembro, se comparado ao mesmo período do ano passado.

    Uma residência com média de consumo mensal de 100 quilowatt/hora (kWh) nos meses de setembro, outubro, novembro e dezembro de 2020 deverá economizar, no mínimo, 40 kWh entre setembro e dezembro deste ano para fazer jus ao desconto, que será de R$0,50 para cada quilowatt/hora.

    Romeu Zema alerta para falta de energia em Minas
    O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), disse que os mineiros podem ficar sem energia a qualquer momento. A fala do chefe de estado aconteceu após o Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam) admitir o racionamento de água no estado. Zema ainda explicou que esse problema não será resolvido de forma rápida e que deveria ter sido resolvido há 20 anos.
    “A qualquer momento nós corremos risco de ter algumas regiões desabastecidas por energia elétrica. Nosso sistema está operando no limite, apesar de todas as usinas termo elétricas estarem funcionando”, declarou Zema.
    A declaração ocorreu durante o evento de abertura ao processo de tombamento histórico dos Lagos de Furnas e Peixoto, na região Centro-Oeste do estado, comentou sobre a crise energética que algumas regiões vivem. Segundo ele, a qualquer momento essas regiões podem ficar sem energia.
     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]