‘Nós somos menores, posso matar que não vai dar nada’, diz suspeito em tentativa de roubo em Ipatinga

Dois homens invadiram e tentaram assaltar uma residência em Ipatinga; vítimas ficaram feridas

Por Plox

24/10/2022 13h52 - Atualizado há mais de 1 ano

Quatro homens tentaram assaltar uma casa durante a madrugada desta segunda-feira (24), na rua Salermo, no bairro Canaã em Ipatinga. De acordo com os policiais, dois homens pularam o muro da casa, enquanto outros dois ficaram esperando no carro Gol Bola, de cor vermelha. As vítimas foram agredidas com coronhadas e ameaçadas durante a ação.

De acordo com o Boletim de Ocorrência (BO) da Polícia Militar (PM), o casal de vítimas estava dormindo quando os dois assaltantes entraram em sua casa. Os dois homens pularam o muro da residência e aproveitaram que a porta da sala estava aberta para conseguir chegar nos cômodos da casa. Após isso, os dois rapazes arrombaram a porta do quarto onde o casal dormia.

As vítimas acordaram com o forte barulho da ação dos criminosos, que estavam armados e à procura de um cofre. De acordo com relato dos moradores da casa, um dos assaltantes era magro, com baixa estatura (aproximadamente 1,60m), moreno escuro e portava um revólver de cor preta e cano longo. Já o outro homem também era magro, com estatura mediana (aproximadamente 1,70m), moreno escuro e portava uma arma de fogo longa de fabricação artesanal. Devido a baixa luminosidade, o casal não conseguiu ver mais detalhes dos autores.

Os dois homens estavam gritando “cadê o dinheiro, cadê o cofre, cadê as jóias?” Os criminosos permaneceram cerca de 30min no imóvel. Durante este tempo, eles acertaram as vítimas com diversas coronhadas. O homem de 56 anos apresentou cortes no couro cabeludo e cortes nos membros superiores, já a mulher de 48 anos sofreu cortes na cabeça.

Além das agressões, as vítimas sofreram ameaças o tempo todo. Segundo ele, um dos autores dizia: “Nós somos menores, posso matar que não vai dar nada, já queríamos vir aqui faz dias. Viemos para matar, sabemos que você tem cofre”.

Enquanto dois homens tentavam achar algo de valor na casa, outros dois homens esperavam na parte de fora do imóvel. Um na calçada e outro dentro de um Gol Bola vermelho.

Uma vizinha das vítimas viu a movimentação suspeita dos dois homens do lado de fora da casa. E que o homem que estava na calçada da casa gritou para que ela saísse da sacada do prédio e voltasse para dentro do apartamento, se não ele ia atirar.

Após não encontrar nenhum objeto de valor e nem o suposto cofre com dinheiro, os homens fugiram do local da tentativa de roubo, pulando o muro da residência. Um grupo de pessoas que estavam em um bar próximo da casa, ouviu gritos pedindo socorro e ajuda, e quando foram em direção a casa, um homem com o revólver artesanal disparou em direção às pessoas e pediram para elas “vazarem” do local. Logo em seguida, os autores fugiram de carro em direção a  rua Selim José de Sales.

Quando a PM chegou no local do crime, o casal se encontrava na rua e recebendo auxílio de populares. As vítimas se dirigiram por meio próprio até o Hospital Márcio Cunha para receberem atendimento médico. 

Os policiais encontraram um sistema de filmagem externa na rua da residência e esperam que o material ajude a identificar os suspeitos.


 

Destaques