Exclusivo: câmera flagra rapaz matando cãozinho a porretadas no Vale do Aço

O animal, ao perceber o perigo, tentou correr mas foi cercado e agredido vários vezes até a morte

Por Plox

25/02/2021 23h33 - Atualizado há cerca de 2 meses

Um cãozinho, aparentemente da raça pinscher, foi morto a pauladas no fim da tarde desta quinta-feira (25). O PLOX teve acesso ao vídeo feito por uma câmera de vigilância que registrou toda ação de um rapaz. Ele cercou o animalzinho impedindo a sua fuga e, em seguida, desferiu vários golpes com porrete na cabeça do cãozinho.

 

cachorro morto a pauladas
O animalzinho foi cercado./ imagem: reprodução

 

As imagens são bárbaras e chocantes. Mostram o rapaz se aproximando do cachorro armado com o porrete. Ele interceptou animalzinho em uma rua. O cãozinho percebe o perigo e tenta escapar, mas é cercado pelo jovem que, em seguida, desferiu o primeiro golpe. Já caído ao solo, o cãozinho então é atacado várias vezes pelo rapaz.

 

Em seguida, foi morto a porretadas. / imagem: reprodução

 

Após perceber que o animal já estava morto, o rapaz joga porrete na rua e sai caminhando normalmente. O fato ocorreu na rua Acre, em Cava Grande, na cidade de Marliéria, na região do Vale do Aço em Minas Gerais. Moradores das proximidades ficaram indignados com a atitude do jovem. 
 

 

Segundo a Polícia Militar, de posse das informações e das imagens que mostram os maus-tratos, foi desenvolvida uma Operação Batida Policial no distrito com o intuito de localizar o autor.

 

O rapaz foi encontrado em sua casa e confessou que realmente deu as pauladas no cãozinho, porém, que a princípio tinha o intuito de espantá-lo, pois o animal estava muito doente e estava correndo o rico de transmitir doenças para os moradores.

Disse ainda que, na tentativa de espantar o animal, sem querer o havia acertado com um golpe e que, ao notar que o cachorro estava tremendo e sofrendo, para amenizar o sofrimento dele decidiu sacrificá-lo. Em seguida, o colocou em um saco de lixo e o jogou em meio a um matagal. O jovem ainda entregou o pedaço de madeira que foi utilizado no crime.

Uma equipe da PM o levou até o local em que disse ter jogado o animal, porém devido ao mato estar muito alto não foi possível localizá-lo.

 

 

 

Clique para assistir

 

No último mês de setembro, a correspondente do PLOX em Brasília, Brenda Colen, acompanhou no Palácio do Planalto a cerimônia na qual foi sancionada pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, a Lei nº 14.064/20, de autoria do deputado federal Fred Costa. 

 

Jornalista em Brasília
Brenda Colen, jornalista correspondente do PLOX em Brasília

 

A lei é apelidada de  “Lei Sansão”, em homenagem a um cachorro que teve as patas traseiras decepadas em Confins, Minas Gerais. O episódio teve grande repercussão nacional. 

 

Clique para assistir

 

A lei alterou a legislação de Crimes Ambientais e agrava a punição para quem maltratar cães e gatos. O texto ganhou o apelido de “Lei Sansão”, em homenagem a um cachorro que teve as patas traseiras decepadas em Confins, Minas Gerais. O episódio teve grande repercussão nacional. O Projeto de Lei (PL) é de autoria do Deputado Federal Fred Costa.

 

Essa nova lei  faz com que o crime de maus tratos a cães e gatos deixe de ser considerado de menor potencial ofensivo, possibilitando que a autoridade policial chegue mais rápido à ocorrência. O criminoso será investigado e não mais liberado após a assinatura de um termo circunstanciado, como ocorria antes. Além disso, quem maltratar cães e gatos passará a ter, também, registro de antecedente criminal e, se houver flagrante, o agressor é levado para a prisão.

PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021